Coluna

Egídio Serpa — Eleição: união e desunião

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 17.07.2018

Passou a Copa. A partir de agora, a eleição que se travará em outubro atrairá a atenção da população. A estadual - que prometia ser favas contadas - pode ter fortes emoções bem antes do fim deste mês de julho. Ontem, na hora do almoço, empresários da indústria e da agropecuária davam mostras de quanto eles estão divididos em relação à disputa presidencial, mas não tanto quanto ao pleito para governador do Ceará. Há uma clara maioria a favor de Ciro Gomes - "o Nordeste e o Ceará serão beneficiados", dizem seus apoiadores. Os que apoiam Jair Bolsonaro acreditam que ele fará um governo liberal, tornando menor a forte influência do Estado na economia. Quanto ao Palácio da Abolição, a maioria dos que estavam no almoço prefere que se reeleja Camilo Santana.

Pimentão 

Paulo Selbach, que comanda na Ibiapaba a unidade de pimentões coloridos da marca Rei, da Itaueira, revela: a produção está sendo ampliada para atender à alta demanda.

Sem político

Paulo Guedes, que será ministro da Fazenda se Jair Bolsonaro vencer a eleição presidencial de outubro, virá 4ª feira, 18 a Fortaleza. Ele falará para os associados do Lide-Ceará. Mas Guedes já diz: se chegar lá, não aceitará indicação de políticos para cargos na equipe econômica.

Start ups

Start Ups de diferentes cidades do País já estão em contato com o grupo M. Dias Branco, que as deseja como parceiras de um programa de inovação tecnológica na área de alimentos. A direção do grupo marcará datas para a apresentação de cada uma.

A autogeração de energia
 
Avançam a um só tempo a tecnologia e o número de cearenses - pessoas físicas e jurídicas - que aderiram à geração de sua própria energia elétrica de fontes renováveis, como a eólica e a solar. Acompanhando a novidade, o BNB criou uma linha de crédito especial de financiamento de projetos de mini e microgeração, na cidade e na zona rural. Por causa de tudo isso, caiu, e caiu muito, o preço dos equipamentos usados na geração solar, que parece ser a fonte da preferência dos cearenses - afinal, aqui é o endereço do sol. A mini ou a macrogeração é opção para reduzir a conta de luz.

Troféu

Quinta-feira , às 20 horas, no Theatro José de Alencar, Freitas Cordeiro, presidente da FCDL, e Severino Neto, presidente da CDL Fortaleza, entregarão o Troféu Clóvis Rolim ao empresário José Alves de Oliveira, dono da rede de lojas Zenir, que em pouco tempo se tornou uma das maiores do varejo do CE.

Bom

ICMS e energia

Se o Governo do Ceará reduzir a 1% o ICMS incidente sobre os equipamentos de geração de energia eólica e solar, crescerão três vezes os investimentos na área, diz empresário do setor.

Ruim

Expomúsica

Toda a publicidade na tevê em relação à Expocrato - exposição agropecuária que a cidade do Crato realiza anualmente - só fala de shows musicais. A Expocrato gera lucros para bandas de axé.

Livre Mercado

Boa notícia para os produtores brasileiros de manga - os cearenses de Mauriti no meio: a África do Sul abriu seu mercado para a manga brasileira. As negociações do Ministério da Agricultura com as autoridades sul-africanas transcorriam desde 2015. É mais uma etapa do esforço do Mapa no sentido de elevar em 10%, até 2022, a participação do Brasil no agronegócio mundial. Atualmente, o mercado mundial do agro movimenta uma montanha de dinheiro do tamanho de US$ 1,2 tri/ano

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.