Coluna

Egídio Serpa: e o ruim poderá ficar pior

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 08.06.2018

Mais preocupado com a Operação Lava Jato que o acusa de receber propinas, o presidente Michel Temer não tem tempo para cuidar do seu Governo. Delegou aos seus ministros - alguns dos quais também alvo da PF e do MPF - essa tarefa. E deu no que está dando: a total desorganização do transporte rodoviário, no qual interveio por meio de uma tabela de frete, que aumenta em 150% o custo dos produtos da indústria e da agropecuária e, ainda, o dos serviços dos Correios. Obra de incompetentes ou de quem está acostumado a dar para receber em troca a pecúnia do beneficiado. Temer é o mais desastrado presidente que este País já teve. Mas o brasileiro terá de suporta-lo até 01/01/19 quando assumirá o novo presidente. É aqui que se amplia o temor de que o que está ruim vai piorar.

Preços

Ainda como consequência da greve dos caminhoneiros, os preços das hortaliças e frutas seguem altos. Tomate, cebola e laranja mais do que dobraram seus preços, e ainda não caíram. Mas há produtos cujos preços se reduziram, como ovo e aves.

Pescados

Falta pouco - talvez mais uns 15 dias - para a abertura da nova loja da F. S. Rocha Pescados e Mariscos, dos irmãos Manoel e Pedro Rocha. Climatizada e com estacionamento para 36 carros, a loja tem 1.500 m² de área útil de venda.

Sem reserva

Graças aos aplicativos de transporte de passageiros, a reserva de mercado na praça de táxi de Fortaleza teve fim. E a PMF colabora para isso. Ela abriu mais 3 mil vagas de táxi, beneficiando centenas de "rendeiros", que em vez de alugar terão vaga própria.

Varejo

Empresários varejistas do Sertão Central terão amanhã - durante todo o dia - cursos de capacitação ministrados por profissionais da FCDL. O local será o Hotel Veredas do Sertão, em Quixeramobim. Nos três sábados seguintes, os cursos prosseguirão.

Ceará 2050: sair da curva

Coordenador do Ceará 2050, plano estratégico em elaboração por um time de especialistas da academia para dar rumo às políticas públicas do Governo do Estado pelos próximos 32 anos, o professor Barros Neto resume os seus três objetivos: 1) investigar o passado; 2) explorar o presente; e 3) acelerar o futuro. "Nosso esforço é no sentido de fazer o Ceará sair da curva e promover a disrupção. Para isso, será necessário o engajamento de toda a sociedade, que está sendo ouvida, agora no interior do Estado" - disse ele à coluna. O Ceará 2050 estará concluído no fim deste ano para ser executado a partir de 2019.

Namorados

Honório Pinheiro, ex-presidente da CNDL e sócio e diretor - com o irmão Bosco - da rede Pinheiro Supermercados, alegrou-se com o resultado de uma pesquisa do SPC Brasil, que apurou: 62% dos brasileiros irão às compras no Dia dos Namorados. "O amor tem forte poder de venda", diz.

Bom

Rally

Boa notícia para o turismo de Juazeiro do Norte: neste ano, o Rally dos Sertões passará por aquela cidade. Os seus 300 participantes chegarão no dia 24 de agosto. Ssairão o dia seguinte.

Ruim

Um mistério

Continuação da Via Expressa, a Avenida Raul Barbosa não deveria ter semáforos. Mas tem um quase chegando ao viaduto sobre a BR-116, no Mata Galinha. Pergunta simples: por que?

Livre Mercado

Só para mostrar como era a política nacional dos anos 50, 60 e 70, o livro "Parsifal - um intelectual na política", de Luís Sérgio Santos, editado pelo Instituto Myra Eliane, tem 25 de suas 463 páginas dedicadas a um confronto verbal entre os senadores Parsifal Barroso e Fernandes Távora. Adversários ferrenhos, os dois se acusam duramente, mas sem uma só agressão à gramática e sem um único palavrão ou ofensa pessoal. Já não se fazem políticos como os de antigamente - é a lamentável conclusão.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.