Coluna

Egídio Serpa: BNB celebra o 1º semestre

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 02.07.2018

Há uma festa no BNB que fechou os primeiros seis meses deste ano com saldo de aplicações maior do que o esperado. Neste semestre - só com financiamentos do FNE - o BNB aplicou R$ 12 bilhões. No Crediamigo, as aplicações alcançaram R$ 4 bilhões. Estes números serão anunciados ao longo desta semana. Romildo Carneiro Rolim, presidente do BNB, segue otimista em relação ao restante do ano. Principal instrumento de fomento da região, o BNB acertou com a francesa Vinci o financiamento de R$ 738 milhões para obra de ampliação do aeroporto de Salvador. E aprovará, até 5ª feira, 5, a concessão de empréstimo à Fraport para a iniciada ampliação do Aeroporto de Fortaleza. Esse empréstimo também será equivalente a 70% do investimento, cujo total chegará a R$ 800 milhões.

Inovafit

Na próxima quinta-feira, 5, na Fiec, com presença do governador Camilo Santana - será lançado novo edital Inovafit, da Funcap. Serão R$ 10 milhões para projetos de inovação tecnológica destinados à indústria. Há mais procura do que oferta.

Imposto

Tramitam na Câmara dos Deputados pelo menos dois projetos de lei que recriam o Imposto Sindical com outro nome. Na última 6ª feira, o STF considerou legal - isto é, constitucional - a Reforma Trabalhista, que tornou optativo aquele imposto.

Veterinários

Hoje, 2 de julho, é o Dia do Veterinário. É também a data do 25º aniversário de criação da Acevet Academia Cearense de Medicina Veterinária. Os profissionais veterinários são hoje uma das mais respeitadas e disputadas carreiras do País.

Caju e energia

Para o agrônomo Zuza de Oliveira e para o engenheiro Fernando Ximenes, pisou na bola a fonte do Governo do Estado que culpou o alto preço do aluguel de terras para torres eólicas pela crise da cajucultura cearense. Caju e eólica vivem juntos.

Desinformação ou má-fé
Livre MercadoPor desinformação ou má fé - ou as duas coisas juntas - "intelectuais" e artistas, estimulados por ONGs sustentadas por países que já destruíram suas matas e florestas, ocupam as redes sociais para declarar guerra ao mais competente setor da economia brasileira - o da agropecuária. Estão a dizer que são venenosos grãos, frutas, verduras, legumes e lacticínios que comemos, pois usam pesticidas para combater pragas e doenças - como nos EUA e Europa. É uma campanha ideológica também, pois movida por grupos cujo objetivo é o de extinguir a propriedade privada e a livre iniciativa. Nosso alimento é saudável.

Pecnordeste

Flávio Sabóya (foto), presidente a Federação da Agricultura do Ceará, aposta que a Pecnordeste deste ano - que se abrirá 5ª feira, 5, no Centro de Eventos - baterá todos os recordes, desde o número de expositores até o de visitantes. Haverá de tudo na feira - animais campeões e seminário de turismo rural.

Bom

Olímpico

Pronto há mais de dois anos, o Centro de Formação Olímpica, ontem inaugurado, custará R$ 10 milhões por mês. O Governo tenta um parceiro privado. Que tal Nike, Adidas ou Samsung?

Ruim

Mais caro

Vítima de uma armadilha que armaram, conjuntamente, as empresas aéreas e a Anac, o brasileiro está a pagar, hoje, por passagens mais caras e por altas taxas de despacho de bagagem.

Livre mercado

Na semana passada, técnicos da Fraport, gestora do Aeroporto de Fortaleza, e da Construtora Método, que executa a obra de ampliação daquele terminal, visitaram a mina do White Cotton, o granito que será utilizado no revestimento e no piso do Pinto Martins - o mesmo que foi utilizado nos aeroportos de Abu Dabi e Guarulhos. Recebidos por Flávio Gomes, dono da Thostone, que fornecerá o granito, os visitantes fizeram um pedido: querem que o White Cotton lhes seja entregue em 90 dias. Será.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.