Coluna

Egídio Serpa: A greve, as aves e os ovos

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 29.05.2018
 
 
 
 

No meio da crise gerada pela greve de caminheiros, a avicultura cearense está a respirar graças a medidas preventivas que reduziram os prejuízos. Para começar - e há vários anos - mantém seus estoques no nível de segurança. E opera a sua própria frota de veículos. A produção cearense diária de frangos é de 5 milhões de quilos por semana, 90% da qual são consumidos no Ceará. Nesta greve, o setor sofreu perdas porque aves vivas foram retidas nas estradas - e morreram. E muitos ovos apodreceram. O Ceará produz 6 milhões de ovos/dia, sendo que 25% dessa produção vão para estados do Norte e do Nordeste. “Não há relatos de aves passando fome nas granjas, porque nossos estoques de ração dão para um bom período. Mas será bom que a greve termine logo”, diz grande avicultor.

Combustíveis

Presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne), Jean Paul Prates opina sobre a atual política de preços da Petrobras: “Não é correto reajustar combustíveis em tempo real. Tem de haver uma previsibilidade”.

Em ordem

Houve dificuldade no abastecimento de gasolina e óleo diesel em Fortaleza, mas nada parecido com o caos registrado na maioria das capitais do País. Fruto de boa articulação do Governo do Estado com empresas distribuidoras e caminheiros

De volta

Presidente da Fiec, Beto Studart mandou mensagem de voz aos amigos. Do seu quarto no Hospital Sírio Libanês (SP), onde se recupera “plenamente” de uma cirurgia, ele diz com voz firme e forte: “Em 15 dias, estarei de volta a Fortaleza”.

Carta

Associações Comerciais do Nordeste soltaram ontem a Carta de Fortaleza contra uso de dinheiro público nas campanhas eleitorais e ainda contra aumento de imposto. Nenhuma referência à greve dos caminhoneiros que há 9 dias mantém parado o País. 

 

Eleições: mais do mesmo

Como esta coluna já o disse, o candidato, para eleger-se presidente da República, celebra acordos nas ruas com os sem nada. Eleito, sai das ruas e vai aos gabinetes dos com tudo, esquecendo daqueles que o elegeram. Mudar isso é possível? Sim, mas não com a legislação eleitoral de hoje, que tudo permite, até o aluguel de partidos. Na campanha eleitoral, o candidato ludibria o eleitor com a marquetagem; no Governo, o ludibriado é o de sempre - o contribuinte, nas contas de quem são debitados os desastres da má gestão (vide 2014). A eleição de outubro, pelo que se lê e ouve, terá - de novo - mais do mesmo.

Perecíveis

Cargas perecíveis como o leite, a carne de frango e de boi e os lácteos devem ser comboiadas pela Polícia do mesmo jeito que vêm sendo comboiados os combustíveis e os medicamentos. Os bens duráveis, que estão parados nas estradas, não perdem validade - mas os perecíveis, sim, alertam os produtores.

 

 

Bom
Supermercados

Eduardo Gomes de Matos, sócio e diretor da Gomes de Matos Consultores Associados, anuncia que sua empresa promoverá, quando agosto chegar, um fórum para o setor supermercadista.

 

 

Ruim
Que greve?

Greve dos caminheiros? A CBF não está nem aí. Fretou, por valor não revelado, avião VIP com 90 poltronas de 1ª classe e nele embarcou Neymar e seu time para a Coa do Mundo. Brasil, sil!!!

 

Livre Mercado

Engenheiro agrônomo e diretor do Instituto Centec, Silas Barros Alencar conheceu no fim de semana, no Estado da Califórnia (EUA), onde se encontrava integrando um time de técnicos brasileiros, viu em operação uma Estação de Tratamento de Esgoto, privada, que reutiliza 100% de sua água na agricultura irrigada de flores e hortaliças. A tecnologia usada, além de simples, proporciona o uso sustentável da água, “e pode muito bem ser implantada no Ceará”, explica Silas Barros Alencar.

 

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.