Coluna

Bolso & Cia: Previdência x Poupança

01:00 · 23.02.2018

Mesmo no aperto financeiro há razões para fazer um esforço adicional e poupar um pouco de cada vez. Ainda que pareça distante, a aposentadoria chega e fará diferença ter guardado alguma soma em dinheiro para garantir uma terceira idade mais tranquila. Apesar do adiamento da Reforma da Previdência para o próximo governo eleito é importante ser previdente e pensar no futuro. Até quem espera conseguir o teto do benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) necessita ter em mente que, ainda assim, é um valor insuficiente para manter o padrão e a qualidade de vida.

Mais vida

Mais de um terço, 33,9% dos aposentados brasileiros, continua trabalhando para complementar a renda, de acordo com dados do SPC Brasil e CNDL. Além disso, o aumento da expectativa de vida tem levado as pessoas a se aposentarem mais tarde. Quanto antes começar a pensar no futuro, será mais viável e possível poupar quantias menores, além de se beneficiar dos rendimentos ao longo dos anos.

0,7%

É quanto deve crescer

O volume médio de todas as receitas das atividades envolvidas no setor de serviços em 2018. A Confederação Nacional do Comércio (CNC) traça a previsão considerando a expectativa de maior avanço econômico, a queda dos juros e até uma reação do emprego. Isso criaria condições para que o setor reaja favoravelmente.

Pessoas que conseguem investir

A despeito de crise e aperto financeiro, os investimentos das pessoas físicas no País atingiram a cifra de R$ 2,7 trilhões em 2017. A soma indica uma alta de 11,8% na comparação a 2016. Os resultados foram levantados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) que consolida os investimentos das 73,7 milhões de contas dos segmentos de varejo e de private banking das instituições do País.

Poucas pessoas têm o hábito de pensar no longo prazo (acima de dez anos), com receio de que o objetivo não seja atingido. Mas é possível conquistar a renda que garanta o padrão de vida desejado. Veja o quanto se deve poupar mensalmente para conseguir no www.dsop.com.br/"

Reinaldo Domingos
Educador Financeiro

Aposentado também presta contas

Aposentados e pensionistas do INSS obrigados a apresentar a declaração do Imposto de Renda à Receita Federal - ano base 2017 - já podem acessar o demonstrativo de rendimentos no site do INSS. Para consultar o extrato, o segurado deve acessar o site do INSS e consultar o Extrato de Imposto de Renda no menu de serviços da Central "Meu INSS", com login e senha. Para fazer o cadastro no Meu INSS, é preciso CPF, nome completo, data e local de nascimento e nome da mãe para gerar um código de acesso provisório. Depois, o segurado deve fazer login, com a senha provisória. Logo em seguida, aparecerá mensagem para que o cidadão crie sua própria senha. Ela deve ter 9 dígitos, conter um caractere especial (#@$%!*-/+.) e pelo menos uma letra maiúscula e outra minúscula. Em caso de dúvidas, a orientação é ligar para a Central 135. O demonstrativo do ano base 2017 pode ser retirado também nas agências de Previdência Social.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.