Coluna

Bolso & Cia: fascínio por celulares

01:00 · 27.10.2017

Eles são praticamente indispensáveis e muitas pessoas têm verdadeiro fascínio pela próxima aquisição, dotada de novos itens tecnológicos e sempre com maior capacidade. O mercado de celulares é assim. Mesmo na crise econômica conseguiu ter desempenho positivo. O primeiro semestre de 2017 atingiu a marca de 25,1 milhões de aparelhos comercializados, sendo 12,3 milhões no primeiro trimestre, e 12,8 milhões no segundo. Segundo o IDC Mobile Phone Tracker, os dispositivos também são mais robustos. O tíquete médio dos aparelhos no segundo trimestre deste ano teve queda de 2,1% em relação ao 1º, passando de R$ 1067 para R$ 1044.

Bola rolando

No dia 14 de junho do próximo ano, a bola já vai rolar nos campos da Rússia. Brasileiros, amantes do futebol, têm menos de 12 meses para planejar a viagem até o país sede. Ricardo Teixeira, especialista em Gestão Financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV), lembra que não vale a pena comprar rublos no Brasil, já que a taxa de câmbio é muito alta. Ele orienta comprar aos poucos a moeda que está com o menor preço, dólar ou euro.

76%

É o percentual de brasileiros que frearam o consumo parcelado após dívidas. Porém, 45% ainda compram alimentos supérfluos. Para buscar reverter a situação das contas no vermelho, diz o SPC, sete em cada dez (76%) inadimplentes pesquisados colocaram o pé no freio e deixaram de fazer compras parceladas nos cheques, cartões e carnês. 74% fizeram cortes ou ajuste no orçamento.

Efeito Amazon no mercado do Brasil

A ampliação da atuação da Amazon no mercado brasileiro, mesmo com uma atuação gradual, terá impacto nos negócios dos principais varejistas, sobretudo, aqueles que comercializam celulares e eletroeletrônicos. Antes, a Amazon ofertava para cá apenas livros, eBooks e eReaders. Agora, passa a oferecer, através de terceiros, itens da área de tecnologia, criando um novo fator de competitividade no segmento.

"O primeiro passo para se tornar um líder legítimo é compreender plenamente o seu papel dentro da empresa. Isso engloba a forma como os colaboradores são tratados. O desafio é motivá-los e criar um senso de otimismo"

Fabricia Faé
Consultora da área de Desenvolvimento de Talentos da Lee Hecht Harrison Norte/Nordeste

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.