Chineses vão montar fábrica de motos e quadriciclos no CE - Negócios - Diário do Nordeste

Obras em 60 dias

Chineses vão montar fábrica de motos e quadriciclos no CE

22.10.2013

Serão aportados R$ 44 milhões na construção da planta fabril, empregando no começo 520 pessoas

Em cerca de 60 dias, as obras de instalação de uma fábrica de motos e quadriciclos deverão ser iniciadas no Ceará. Após reunião ocorrida no Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede), os investidores chineses da empresa Dunna Motors formalizaram o interesse em instalar o empreendimento no Estado. Serão aportados R$ 44 milhões na construção da planta, empregando inicialmente 520 pessoas, chegando a 1 mil funcionários em uma segunda etapa.

A unidade fabril será construída no município de Amontada, no litoral oeste do Estado. A iniciativa busca estruturar mais um município do Estado para ampliar o emprego e reduzir a desigualdade FOTO: divulgação

A unidade fabril será construída no município de Amontada, no litoral oeste do Estado, e terá capacidade instalada para a fabricação de 24 mil motos por ano e 15 mil quadriciclos, em uma área de 100 mil metros quadrados. De acordo com informações do Cede, a empresa, que tem como sócios os grupos chineses Kinguo Group Co. e Piramid Trading Company, pretende iniciar a produção já em 2014.

Perfil

A Dunna Motors é uma empresa de fabricação e comércio por atacado de motocicletas e quadriciclos, além de vedações, acessórios e ferramentarias para esses veículos. A unidade a ser construída no Ceará fabricará, inicialmente, dois tipos de veículos: as motocicletas de 50cc (as famosas "cinquentinha"), que atendem às camadas mais populares, e os quadriciclos de 450cc.

Preço

"Nosso quadriciclo terá grande potência e qualidade e custará cerca de R$ 17 mil, contra R$ 36 mil dos concorrentes", afirma o diretor da empresa, Júlio César Lopes. O presidente do Cede, Alexandre Pereira, destaca que a maior parte dos fabricantes nacionais de motos está localizada, atualmente, em Manaus e no Estado de São Paulo, e afirma que a chegada de uma fábrica do tipo no Ceará é importante para a diversificação da economia local. "O governo tem feito um grande esforço para atrair indústrias de diversos segmentos. Nossa infraestrutura é um diferencial e a mão de obra é sempre elogiada pelas empresas. O Ceará está cada vez mais preparado para receber grandes investimentos", defende.

A unidade a ser construída no Ceará fabricará, inicialmente, as motocicletas de 50cc (as famosas "cinquentinha") FOTO: DIVULGAÇÃO

"Esse trabalho de levar indústrias ao Interior do Estado é fundamental pra diminuir a desigualdade da região.

A Dunna vai gerar 520 empregos em Amontada garantindo melhoria de renda pra população", afirmou o deputado federal José Airton, que foi responsável pela articulação para a prospecção do investimento.

A reunião ocorrida esta semana no Cede contou com a presença do deputado, do presidente do Cede, do prefeito de Amontada, Paulo César, do vice-prefeito, Sigefredo Rodrigues, do diretor da Dunna Motors e de representantes da empresa.

Mercado de motos

A frota de motos no Brasil, em 2012, era de 19,9 milhões de unidades, número que quadruplicou desde 2001, quando existiam 4,5 milhões, segundo relatório do Observatório das Metrópoles, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia, lançado este ano. De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), a estimativa é de sejam fabricadas 1,69 milhão de unidades até o fim deste ano.

As vendas a atacado, segundo a instituição que representa o setor, devem chegar a 1,56 milhão e, a varejo, 1,53 milhão.

SÉRGIO DE SOUSA
REPÓRTER

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999