20 ANOS DA MOSTRA

Casa Cor investe R$ 2 mi e deve gerar 600 empregos diretos

Evento será realizado de 13 de setembro a 23 de outubro deste ano. Serão 51 ambientes e 11 mil metros quadrados

A edição deste ano da mostra de decoração será realizada em um imóvel localizado na Rua Visconde de Mauá, no bairro Aldeota, na Capital cearense ( FOTO: ESDRAS GUIMARÃES )
01:00 · 17.05.2018

A Casa Cor Ceará está investindo neste ano cerca de R$ 2 milhões para a realização do evento em Fortaleza. A edição de 2018 vai ocorrer de 13 de setembro a 23 de outubro em um imóvel na R. Visconde de Mauá, no bairro Aldeota. De acordo com a organização, a mostra deve gerar 600 empregos diretos e outros 1,5 mil indiretos. Serão 51 ambientes e 11 mil metros quadrados.

"Nós estamos muito otimistas com o sucesso deste ano. Já sentimos uma reaquecida do mercado. Houve uma reação muito positiva do mercado de profissionais e de fornecedores. Registramos até o momento um crescimento de 40% no número de empresas participantes e fornecedores em relação aos anos de 2014 até o ano passado", afirma Neuma Figueiredo, diretora da Casa Cor Ceará.

De acordo com ela, a estimativa é de público recorde nesta edição. "Nós esperamos mais de 30 mil visitantes, batendo as edições anteriores. O nosso otimismo leva em consideração a melhora da economia, a data que é muito importante (20 anos de Casa Cor), a localização do imóvel e o time de profissionais que é muito bom", acrescenta. "Nós estamos preparando a mais incrível exposição que o Ceará já teve", finaliza.

Imóvel

O local do imóvel inclui residência e um prédio comercial projetados pelo renomado arquiteto Acácio Gil Borsoi.

Um dos destaques fica por conta do jardim, com projeto original do consagrado paisagista Roberto Burle Marx. O imóvel já sediou a Casa Cor em 2009, foi construído em 1969 e é do grupo J. Macêdo.

Os ambientes vão ocupar o espaço durante a mostra, e todos eles projetados por renomados profissionais dos segmentos de arquitetura e decoração. Neste ano de comemoração de 20 anos da mostra, o foco em 2018 estará na valorização da cultura, da arte cearense, do morar, das experiências, em relacionar o ambiente, a natureza e as pessoas.

Tema

Outra novidade da Casa Cor em 2018 é o tema, denominado Casa Viva, que vai estar presente em todos os 18 estados brasileiros onde a mostra ocorre. É definido pela celebração dos espaços e a caracterização do lar como um refúgio físico, mental e espiritual, lugar onde também se confraterniza com amigos, familiares e animais de estimação.

"Queremos celebrar a casa que pulsa. Nossa ideia é chegar mais perto do natural e construir uma casa viva", diz Lívia Pedreira, diretora da Casa Cor. A ideia é propor aos profissionais a superação para criar uma casa "camaleônica". Ou seja, adaptável às novas formas de interação doméstica e social, que promova experiências. Empresa do Grupo Abril, a Casa Cor é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

O evento reúne anualmente prestigiados arquitetos, decoradores e paisagistas.

Em 2018, são 17 praças nacionais: São Paulo, Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina (Florianópolis e Itapema) e, pela primeira vez, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. A mostra acontece ainda em quatro praças internacionais: Bolívia, Estados Unidos, Paraguai e Peru.

Mais informações:

De 13 de setembro a 23 de outubro 
Local: Rua Visconde de Mauá, 1000
Site: casacor.com.br/ceara
Facebook.com/casacorceara
Instagram: @casacorceara

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.