mercado

Bolsa cai mais de 2%; dólar encosta em R$ 4,16

01:00 · 12.09.2018

São Paulo. O dólar avançou mais de 1% ontem (11) com agentes financeiros digerindo os resultados da última pesquisa Datafolha, divulgada na noite de segunda (10). O dólar comercial subiu 1,48%, para R$ 4,155. Na máxima do dia, chegou a bater R$ 4,18. O Ibovespa, índice que reúne as ações mais negociadas da Bolsa brasileira, perdeu 2,33%, a 74.656 pontos.

Investidores não reagiram bem ao avanço de candidatos da esquerda. O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, segue na liderança com 24% das intenções de voto - antes tinha 22%. O mercado se frustrou, no entanto, porque esperava que o ataque a faca que o candidato sofreu na última semana poderia dar mais tração à sua candidatura e enfraquecer a esquerda.

Os investidores também monitoravam o cenário externo, onde permanecem as preocupações com a guerra comercial entre Estados Unidos e China, depois que o presidente americano, Donald Trump, disse que está pronto para impor tarifas sobre praticamente todas as importações chinesas.

Lá fora, Wall Street, que chegou a abrir em baixa, fechou em alta. O Dow Jones avançou 0,450,56%. As principais Bolsas da Europa, por outro lado, seguem no vermelho. Das 31 principais divisas do mundo, 11 se desvalorizam ante o dólar, com destaque para o real (-1,60%)e para o peso argentino (-1,43%).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.