passageiros

Aumenta satisfação com o Aeroporto de Fortaleza

Índice passou de 4,30, no primeiro trimestre deste ano, para 4,32 no segundo trimestre, segundo pesquisa

01:00 · 01.08.2017

O grau de satisfação geral dos passageiros do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, melhorou no segundo trimestre de 2017 em relação ao primeiro trimestre, passando de 4,30 para 4,32, segundo a última pesquisa realizada pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) divulgada ontem (31) pelo Ministério dos Transportes.

No ranking geral dos 15 aeroportos brasileiros pesquisados, o Aeroporto de Fortaleza ficou em 10º lugar, na frente dos terminais de Manaus (4,29), Porto Alegre (4,23), Congonhas (4,17), Cuiabá (4,07) e Salvador (3,86). O Aeroporto de Viracopos, em Campinas, aparece na primeira colocação com nota de 4,90, seguido dos terminais de Curitiba (4,74), Brasília (4,58), Recife (4,49), Confins (4,47), Santos Dumont (4,47), Natal (4,42), Guarulhos (4,41) e Galeão (4,34).

Indicadores

No resultado por indicador de satisfação, o Aeroporto de Fortaleza ganhou destaque nos seguintes quesitos em relação aos demais terminais: Tempo de fila na emigração (4,83), Disponibilidade de assentos na sala de embarque (4,80), Cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in (4,63), Qualidade da informação prestada pela cia aérea (4,58), Disponibilidade de tomadas (4,35) e Disponibilidade e localização de bancos/caixas eletrônicos/casas de câmbio (4,01).

Na outra ponta, as piores notas na comparação com os demais foram: Custo-benefício do estacionamento (2,57), Custo-benefício dos produtos de lanchonetes e restaurantes (2,98), Custo-benefício dos produtos comerciais (2,99), Tempo de fila da aduana (3,00), Qualidade da internet / wi-fi disponibilizada pelo aeroporto (3,15), Facilidade de Desembarque no meio-fio (3,90) e Cordialidade do funcionário da aduana (3,93).

Resultados gerais

Neste segundo trimestre foram entrevistados 13,1 mil passageiros, sendo que quase metade dos viajantes (49%), deram notas 5 (muito bom) para o indicador de satisfação geral avaliado na pesquisa. O resultado foi a maior porcentagem registrada da série histórica desde o início da coleta de dados, em 2013. Outros 43% avaliaram com notas 4 (bom), 7% com notas 3 (regular) e apenas 1% com notas 2 (ruim).

Além disso, entre os 15 terminais avaliados, 14 tiveram nota acima de 4 - média estipulada pela Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), - e todos eles apresentaram melhoria em relação a si mesmo na comparação com o segundo trimestre de 2016.

Pela segunda vez consecutiva, o Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Cuiabá, apresentou a maior evolução no índice de satisfação geral de um aeroporto em relação a si próprio. O crescimento desta vez foi de 21,1%, considerando o segundo trimestre de 2016 e de 2017.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.