Votações serão mantidas, diz Eunício

00:00 · 20.05.2017 / atualizado às 01:01

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou que espera que os trabalhos legislativos ocorram de maneira “normal” na próxima semana, mesmo com a crise no governo Michel Temer. Ele confirmou que a pauta de votações está mantida.

Aliados de Temer tentam mostrar que o governo não está acuado com a delação da JBS nem com o inquérito autorizado contra o presidente pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

Na prática, porém, o clima é outro. A expectativa nos bastidores é de que as atividades no Senado fiquem paralisadas.

Exemplo disso é que o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), relator da proposta que extingue o foro privilegiado para autoridades, considerado o principal item da pauta da semana que vem, já afirmou que vai obstruir todos os trabalhos legislativos até que o presidente Temer renuncie ao cargo. 

Da base aliada, o principal relator da reforma trabalhista, Ricardo Ferraço (PSDB-ES), anunciou que a tramitação da proposta está suspensa. 

Apesar disso, o líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), garante a aliados que o calendário de votações da reforma está mantido e será finalizado em junho.

LEIA MAIS:

Delatores da JBS citam repasses de R$ 20 mi a Cid e R$ 5 mi a Eunício

Fracassa tentativa de Temer estancar crise

Áudio teria cortes, aponta perícia

Planalto afirma que não há prova de atuação pró-Cunha

Mouco admite relação com JBS, desde 2010

Senha era 'dar alpiste', diz delator

Joesley diz que pagou R$ 170 mi a esquema

Conta destinada ao PT somaria US$ 150 mi

Aécio teria recebido R$ 80 milhões da JBS

Congressistas do Ceará ainda estão atônitos com crise

'Momento é o mais crítico', afirmam deputados

Joaquim Barbosa pede 'mobilização'

Dólar recua 4%; Bolsa se recupera e sobe 1,69%

Agências alertam para risco de rebaixamento do País

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.