Sobre Críticas

Temer: ‘não vamos nos incomodar’

00:00 · 13.04.2018 / atualizado às 01:18
Brasília. No momento em que amigos próximos viram réus por suspeitas de irregularidades, o presidente Michel Temer afirmou, ontem, que não se incomodará com críticas. 

Em discurso, durante reunião da nova equipe ministerial, ele disse que, mesmo diante de protestos e ataques, o seu mandato não sofrerá abalos ou interrupções. “Não vamos nos incomodar com as críticas, não vamos nos incomodar com aqueles que querem dizer que não pode. Nós vamos em frente, enquanto as pessoas protestam, a caravana do governo vai trabalhando”.

Na última segunda-feira (9), foi aceita denúncia de organização criminosa contra o coronel João Baptista de Lima Filho e o advogado José Yunes. Em conversas reservadas, o presidente tem reclamado do que tem chamado de “cerco jurídico” e viajou ontem a São Paulo para conversas com sua equipe jurídica.

No pronunciamento, de quase 40 minutos, Temer fez uma espécie de balanço de seu governo e ordenou que a nova equipe ministerial respeite as teses de seu mandato e não abandone programas em andamento.

Segundo ele, não é “admissível” fazer neste momento alterações estruturais nas pastas e mudanças em iniciativas implementadas pelo atual governo. Ele mencionou ainda que o teto de gastos não afetou os investimentos em saúde e educação e citou o que considera realizações nas áreas social e econômica.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.