De impeachment

Presidente já tem contra si 8 pedidos

00:00 · 19.05.2017 / atualizado às 01:49

Brasília. A oposição protocolou, ontem, novos pedidos de impeachment do presidente Michel Temer, totalizando oito solicitações nesse sentido.

Em um ato simbólico no Salão Verde, os oposicionistas formalizaram o pedido de instalação de processo, baseado em suposto crime de responsabilidade e obstrução da Justiça. Caberá agora ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidir pela admissibilidade do pedido para que uma comissão especial seja instalada.

.Tasso assume presidência interina do PSDB

.PSDB racha sobre permanência

.FHC sugere renúncia de Temer e Aécio

.Políticos especulam sobre eventual sucessão

.Fachin manda abrir novo inquérito contra Eunício

.JBS terá de pagar R$ 250 milhões

.Diálogo entre presidente e empresário é inconclusivo

Enquanto a oposição fazia discursos e gritava "Fora Temer" e "Diretas Já", o deputado Diego Garcia (PHS-PR) protocolava o oitavo pedido de afastamento do peemedebista.

Desde anteontem, a Secretaria Geral da Mesa Diretora recebeu dois pedidos de impeachment de autoria do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), um do deputado João Henrique Caldas (PSB-AL), um do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), um assinado por sete tucanos e outro apresentado, ontem, pelo deputado estadual de Goiás, Junio Araújo (PRP).

Alvejado pela Operação Lava- Jato e primeiro na linha sucessória da Presidência da República, Maia não deve aceitar os pedidos de impeachment apresentados.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.