PMDB: Partido já traça planos para pleito

22:00 · 16.05.2015 / atualizado às 00:00 · 17.05.2015

Brasília. O protagonismo atual do PMDB e os planos para ter candidato próprio em 2018 já influenciam a pauta no Congresso. Um candidato do partido também poderia diminuir a chance de outras alternativas à polarização entre PT e PSDB.

>Presidência está no foco do PMDB

"Queremos nos preparar para os próximos 10 anos. O que vamos fazer? A primeira providência é buscar unificar o partido, formar uma grande maioria, em torno de uma ideia-força", disse o ex-ministro Moreira Franco.

Além de lançar as bases para uma plataforma nacional, o partido pretende aproveitar o congresso nacional da legenda em setembro para traçar a estratégia para as eleições municipais do ano que vem. A ideia é continuar forte nas cidades pequenas, mas ganhar espaço nas capitais e metrópoles.

Para um partido tradicional como o PMDB, será um desafio atrair o eleitorado das grandes cidades, foco de protestos contra políticos desde as manifestações de 2013.

"É a hora de perder essa cara de fisiologista e passar a exercer o poder de fato. O PMDB tem que colocar seu programa", disse o deputado Lúcio Vieira Lima (BA), envolvido na preparação do congresso nacional da legenda em setembro.

O partido também está em busca de um candidato. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ), que entrou no PMDB somente há pouco mais de dez anos, nega interesse. Mas ele têm feito viagens semanais pelo Brasil, visitando políticos e até pacientes em hospitais.

Cunha também está imprimindo um ritmo forte aos trabalhos da Casa, colocando em pauta temas polêmicos como a maioridade penal. A estratégia o coloca como referência para eleitores conservadores e de direita e ajuda a dividir a atenção da mídia com o escândalo na Petrobras, no qual ele e outros políticos do PMDB estão sendo investigados. Outro potencial candidato é o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que conta com os Jogos Olímpicos de 2016 para ganhar força.

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.