Violência

Pará controla rebelião de presos

00:00 · 17.04.2018

Belém. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) confirmou que a rebelião no Centro de Recuperação Regional de Bragança, no Pará, foi controlada pela Polícia Militar. De acordo com o governo, 8 detentos conseguiram fugir e 7 ficaram feridos. Não houve registro de mortes.

A rebelião teve início por volta das 6h15, durante a entrega do café da manhã. O presídio abriga atualmente 315 detentos, mas tem capacidade para 122. A Susipe informou que o detento encontrado morto, no início da manhã de domingo (15), nas imediações da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), foi identificado, e que sua morte não tem qualquer relação com a tentativa de resgate de presos no Centro de Recuperação Penitenciária do Pará III, ocorrida no dia 10 de abril.

A Superintendência explicou que, diante do estado de decomposição do corpo, a morte do detento pode ter ocorrido durante a madrugada de sábado (14) para domingo (15), quando equipes de plantão do presídio ouviram tiros vindos da mata.

Em nota, a Susipe disse que os policiais do Batalhão de Policiamento Ambiental reagiram com disparos de advertência para o alto e que um inquérito policial será aberto para apurar o fato.

Em Belém, a violência tem assustado a população. Entre os últimos dias 8 e 13, a capital do Pará registrou a ocorrência de 40 homicídios. Outros 10 casos de assassinato foram registrados na região metropolitana. Os números são da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Segundo a Secretaria, desde o dia 9 está em funcionamento uma sala de situação para integrar os órgãos de segurança e avaliar com mais rapidez as operações policiais. Naquele dia, uma chacina na cidade deixou 12 vítimas, após a morte de um policial militar.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.