vazamento de gás

Usina em Minas Gerais explode e deixa feridos

Segundo Corpo de Bombeiros 25 pessoas ficaram feridas

15:06 · 10.08.2018 / atualizado às 16:28 por Folhapress
Explosão em usina
Funcionários foram evacuados do local ( Foto: Reprodução/Twitter )

Um gasômetro da Usiminas em Ipatinga (MG) explodiu no início da tarde desta sexta-feira (10).

A brigada de incêndio esteve presente no local e o gás foi cortado para evitar novas explosões.

O Corpo de Bombeiros informou que a explosão não provocou mortes, mas que houve feridos 25 pessoas feridas. Ainda não há informação sobre o estado de saúde das vítimas.

A fábrica da Usiminas fica na região central de Ipatinga. Devido ao vazamento de gás, o local foi esvaziado, assim como partes do centro da cidade, inclusive escolas. O impacto da explosão foi sentido por moradores e chegou a provocar tremor.

Em nota divulgada em rede social, a Usiminas informou que a canalização do gás foi bloqueada e não há vazamento. Segundo os bombeiros, o gás presente no gasômetro se queimou na explosão e o restante foi dispersado. Não houve incêndio decorrente da explosão.

"Quero tranquilizar a população no sentido de que não há necessidade de evacuação dos bairros próximos à usina, uma vez que o acidente já está controlado", afirmou o major Nunes, comandante do 11º Batalhão de Bombeiros de Ipatinga.

A Usiminas afirma que está monitorando a presença de gases nos bairros do entorno da usina e, até agora, não foram registradas anormalidades.

Ainda assim, entre os moradores, a explosão e a ordem para esvaziar partes da cidade provocou pânico.

No momento, a empresa ainda está apurando as causas e consequências da explosão, inclusive com relação a eventuais vítimas.

Veja o comunicado da Usiminas
 

Fogo Controlado

Em comunicado oficial, o Corpo de Bombeiros de Ipatinga informou que não há vítimas fatais da explosão que ocorreu em um dos dois gasômetros da usina siderúrgica da Usiminas em Ipatinga (MG), a 215 km de Belo Horizonte.  
 
Segundo a empresa, trinta pessoas “com leve escoriações” foram socorridas pela equipe de brigadistas da usina e encaminhadas ao Hospital Márcio Cunha, na cidade, da Fundação São Francisco Xavier, mantida pela Usiminas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.