Sob protesto

Temer visita local de incêndio em SP e sai às pressas após ser hostilizado

Impopular, presidente resolveu ir ao local do incidente, mas acabou vaiado e hostilizado por populares

11:09 · 01.05.2018 / atualizado às 11:39
Temer-incendio
Temer foi hostilizado ao visitar local do incêndio. Foto: Reprodução/TV Globo
O presidente Michel Temer visitou o local onde o edifício de 24 andares desabou durante um incêndio de grandes proporções no Largo do Paissandu, no centro de SP, na madrugada desta terça-feira, 1º. Ele estava na sua residência em São Paulo. Outro prédio e uma igreja também foram afetados.
 
Segundo Temer, como estava em São Paulo, não poderia deixar de vir ao local. Falou rapidamente com os jornalistas e deixou o centro sob protestos, vaias e xingamentos de moradores. Alguns arremessaram objetos contra a comitiva do presidente. O carro em que estava o presidente foi chutado e atingido por objetos. 
 
Temer confirmou que o prédio que desabou é da União. O presidente ressaltou que o governo federal dará suporte às vítimas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.