Caso Tríplex

Recurso de Lula será julgado rapidamente, afirma presidente do TRF-4

Após a análise da apelação, Lula pode recorrer ao STJ e STF

Lula pode ser preso se o processo terminar com condenação na segunda instância ( Foto: AFP )
17:21 · 23.02.2018 por Estadão Conteúdo
O presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, afirmou, nesta sexta-feira (23), em São Paulo, que o recurso do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva será julgado rapidamente pela Corte.
 
Após ter condenação confirmada pela 8.ª Turma do TRF-4, Lula entrou com embargos de declaração em que questiona a decisão. 
 
Após análise dessa apelação, se não for aceita, ele teria de recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF).
 
Além disso, há possibilidade de Lula ser preso se o processo terminar com condenação na segunda instância. 
 
"Os recursos do ex-presidente e do Ministério Público MP, se houver, vão ser julgados, e o tribunal tem sido rápido", disse Flores. Ele afirmou, ainda, que o julgamento dos recursos, após o processo passar pelo TRF-4,  não é fácil porque instâncias superiores não analisam provas. "Não são recursos fáceis porque nem STJ nem STF examinam prova."

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.