contribuição

PT irá fazer 'vaquinha' para que Lula não 'morra de fome e de sede'

O ex-presidente teve as contas bloqueadas por decisão da Justiça nesta quarta-feira (11)

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, afirmou que "Lula não tem mais como pagar água, luz, telefone de seu apartamento nem convênio médico, advogados, nada" ( Foto: Nelson Almeida / AFP )
09:49 · 12.04.2018 / atualizado às 10:00

Os deputados e senadores do PT irão fazer uma 'vaquinha' para pagar as contas pessoais do ex-presidente Lula, segundo informações da colunista Mônica Bergamo do jornal Folha de S. Paulo. As contribuições mensais serão realizadas devido ao bloqueio dos bens do ex-presidente e do Instituto Lula, determinado pela Justiça nesta quarta-feira (11).

De acordo com o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, "Lula não tem mais como pagar água, luz, telefone de seu apartamento nem convênio médico, advogados, nada". Com as contas também bloqueadas, Okamoto afirmou que "querem que a gente morra de fome, de sede, sem defesa, de frio".

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), a senadora Gleisi Hoffmann, disse que a iniciativa de fazer a 'vaquinha' para pagar as despesas de Lula foi dos deputados e senadores.

"É difícil porque deputado e senador do PT são duros. Já contribuímos com R$ 4 mil para o partido. Mas vamos ajudar, cada um dando R$ 500 ou R$ 1.000 já é uma boa colaboração", disse ela.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.