Tragédia

Policial militar mata a esposa e depois se suicida em apartamento de São Paulo

A filha do casal, de 9 anos, também foi ferida no rosto e teve que passar por uma cirurgia

11:15 · 14.03.2018 / atualizado às 11:17
foto
PM matou a mulher e depois se matou no apartamento em que o casal vivia, em Taboão da Serra ( Foto: Reprodução/TV Globo )

Um sargento da Polícia Militar (PM), identificado como Antônio Carlos Sassá dos Santos, matou a própria esposa a tiros e depois se suicidou em um apartamento no município de Taboão da Serra, localizado na Grande São Paulo. O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (14) e foi descoberto após a filha do casal, de 9 anos, sair na rua chorando e afirmando que os pais haviam sido baleados.

De acordo com a PM de São Paulo, a filha do casal também foi ferida por disparos de arma de fogo no rosto e nos braços, tendo sido encaminhada para um hospital, onde deve passar por uma cirurgia. Os próprios moradores do condomínio em que o crime aconteceu prestaram os primeiros socorros à criança, que estava em estado de choque, segundo as autoridades.

Em nota, a PM informou que a cena indica, cronologicamente, um homicídio, uma tentativa de homicídio e um suicídio. "A cena indica isso, mas a apuração vai continuar para que nós possamos evidenciar todos os detalhes. Buscaremos informações com a criança, se ela estiver em condições”, afirmou o delegado Ronald Nascimento, responsável pelo caso.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.