rio de janeiro

Polícia faz reconstituição do assassinato de Marielle nesta quinta-feira (10)

Segundo a polícia, durante a reprodução, poderão ser disparados tiros em pontos específicos para análise da perícia

09:49 · 10.05.2018 / atualizado às 10:07 por Agência Brasil
Polícia faz reconstituição do assassinato de Marielle nesta quinta-feira (10)
A vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram mortos na noite de 14 março deste ano ( Foto: Reprodução / Facebook )

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) faz hoje (10), no Rio de Janeiro, a reprodução simulada das mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridas na noite de 14 março deste ano. A reconstituição está prevista para as 22h, no local onde ocorreu o crime, no bairro do Estácio, na zona Central do Rio.

O trabalho, feito pela Polícia Civil, contará com apoio logístico das Forças Armadas. A partir das 20h, serão interditadas as ruas no entorno do local onde ocorreu o crime.

LEIA AINDA:

> Assassino de Marielle teria deixado fragmento de digital
> 'Quem matou e quem mandou matar Marielle?'
> Testemunha liga vereador e ex-PM a assassinato de Marielle
> Vereador nega envolvimento na morte de Marielle Franco e diz que notícia é factóide
 

Ficarão fechados os seguintes trechos: Rua Joaquim Palhares entre as Ruas Haddock Lobo e Rua Ulysses Guimarães; Rua João Paulo I, entre a Avenida Paulo de Frontin e Rua Joaquim Palhares e Rua Estácio de Sá entre a Rua Hélio Beltrão e Rua Joaquim Palhares.

Segundo a polícia, durante a reprodução, poderão ser disparados tiros em pontos específicos para análise da perícia. Por isso, toda a área será bloqueada para o acesso de pedestres e veículos. Por questões de segurança, os moradores da região só poderão acessar as ruas bloqueadas após serem autorizados pelos policiais.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.