Nesta quinta-feira

Polícia Civil realiza operação contra facção criminosa em 14 estados; CE não é alvo

Agentes cumprem 75 mandados de prisão e 59 de busca e apreensão contra integrantes do PCC

09:11 · 14.06.2018 / atualizado às 21:55
policia civil
Ao todo, as investigações da Polícia Civil identificaram a participação de 103 pessoas na célula do PCC ( Foto: Agência Brasil )

A Polícia Civil de São Paulo deflagrou nesta quinta-feira (14) uma grande operação contra a facção PCC, que nasceu na capital paulista, mas atua dentro e fora de presídios em todo o País. Ao todo, os agentes cumprem 75 mandados de prisão e 59 de busca e apreensão em 14 estados brasileiros. Apesar enfrentar muitos problemas com a organização criminosa, o Ceará não é alvo da operação de hoje.

Batizada de 'Echelon', a operação investiga uma célula do PCC que seria responsável por acirrar disputa entre facções no País, elevando o número de assassinatos. Segundo a polícia, que atua em parceria com o Ministério Público e a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo, o grupo criminoso atua, inclusive, em países vizinhos.

Entre os 14 estados que são alvos da operação, três estão na região Nordeste: Alagoas, Maranhão e Rio Grande do Norte. Além deles, os agentes também cumprem mandados em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Pará, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Roraima, Acre e Amapá

Ao todo, as investigações identificaram a participação de 103 pessoas na célula. Alguns, por já estarem presos, terão mandados cumpridos nas prisões onde estão.

Início das investigações

De acordo com informações da polícia, os trabalhos da operação interestadual Echelon foram iniciados há 12 meses. Na época, agentes penitenciários encontraram fragmentos de manuscritos na rede de esgoto do Presídio de Segurança Máxima de Presidente Venceslau, no interior paulista.

Na ocasião, a Polícia Civil foi acionada para investigar o caso e acabou identificando sete líderes de organização criminosa, além de revelar a existência de uma ligação da facção com outros estados e países vizinhos ao Brasil.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.