Repercussão

'Parou a enganação', diz Alckmin sobre Haddad assumir chapa petista

Segundo candidato do PSDB, PT insistiu em Lula com dois objetivos: vitimização e para proteger Haddad

18:06 · 11.09.2018 / atualizado às 18:07 por Folhapress
Alckmin
Ao comentar a viabilidade de Haddad, Alckmin afirmou que "não tem adversário difícil nem fácil ( Foto: Arquivo )

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, afirmou nesta terça-feira (11) que, ao oficializar Fernando Haddad na chapa do PT, "parou a enganação".

"É inacreditável o que o PT fez esse tempo todo sabendo que o Lula não seria candidato com dois objetivos: o primeiro é vitimização e o segundo é proteger o Haddad", disse.

Ao comentar a viabilidade de Haddad, o tucano afirmou que "não tem adversário difícil nem fácil. O que todo candidato tem que fazer é dialogar com o eleitor. É uma campanha fria no Brasil inteiro e para todo mundo. De grande desencanto e que, portanto, o interesse pela eleição vai ser crescente daqui pra frente".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.