eleições 2018

Para Alckmin, Bolsonaro e Lula não têm chance

Segundo o governador de São Paulo, a atual posição que os dois candidatos têm nas pesquisas de intenção de voto se dá por efeito de "recall"

Para Geraldo Alckimin, os votos só são decididos após a campanha eleitoral ( Foto: Agência Brasil )
09:16 · 03.01.2018 / atualizado às 10:03 por Estadão Conteúdo

Apesar de figurarem na dianteira das pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) não têm chances na eleição deste ano, afirmou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Em entrevista concedida nesta terça-feira (2) ao Canal Rural o tucano - um dos pré-candidatos de seu partido ao Planalto - disse entender que a atual posição que os dois candidatos têm nas pesquisas de intenção de voto se dá por efeito de "recall", no qual os eleitores escolhem seus candidatos levando em consideração discursos e posicionamentos do passado.

Alckmin ainda afirmou que os argumentos da eleição são colocados durante a campanha - que inicia em agosto - e a decisão de voto só é tomada no fim desse período.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.