Tráfico

Pai do atacante Gustavo, do Fortaleza, é preso com 15 kg de maconha em São Paulo

Aloísio Antônio, de 43 anos, foi encontrado com droga pronta para ser comercializada na cidade de Registro, na região do Vale do Ribeira

08:19 · 20.04.2018 / atualizado às 08:22
gustagol
Pai de Gustavo, Aloísio Antônio esteve com o filho no início deste mês, durante uma premiação ( Foto: Arquivo Pessoal )

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na madrugada desta sexta-feira (20) o pai do atacante Gustavo Henrique, o 'Gustagol', um dos destaques do Fortaleza nesta temporada. Identificado como Aloísio Antônio, o homem de 43 anos foi flagrado com 15 kg de maconha prontos para serem comercializados na cidade de Registro, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo. 

Conforme os agentes de segurança, Aloísio admitiu que estava com os entorpecentes para comercializá-los e, por isso, acabou sendo preso em flagrante. Ele foi localizado em uma residência no bairro Jardim São Paulo, durante a apuração de uma denúncia que resultou na apreensão de 12 tijolos de maconha, além de oito porções de crack.

Conforme a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) da região, o pai de Gustavo foi levado à sede da unidade, onde permaneceu detido, e depois foi encaminhado para a Cadeia Pública da região. A Polícia Civil não informou se ele tinha passagem criminal.

Artilheiro do Brasil

Emprestado ao Fortaleza pelo Corinthians, Gustavo, de 23 anos, vive um dos melhores momentos da carreira, sendo um dos principais destaques do Tricolor cearense em 2018. O atacante já marcou 17 gols no ano e é o artilheiro do Brasil na temporada. Ele também já teve passagem pelo Goiás, Bahia e Criciúma, clube que o revelou.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.