Congresso esvaziado

Na véspera do recesso parlamentar, só 16 deputados aparecem na Câmara

Número corresponde a somente cerca de 3% dos 513 parlamentares com mandato em vigência na Casa. No Senado, nenhum dos 81 apareceu

A presença quase nula de deputados impediu a realização da sessão plenária, na qual seria feita a leitura do parecer da CCJ que recomenda a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva ( Foto: Câmara dos Deputados )
15:57 · 17.07.2017 por Folhapress

Na véspera do início das "férias" parlamentares, apenas 16 dos 513 deputados foram à Câmara nesta segunda-feira (17). O número corresponde a aproximadamente 3% do total de parlamentares com mandato em vigência na Casa. No Senado, nenhum dos 81 apareceu.

A baixa presença impediu a realização da sessão plenária, na qual seria feita a leitura do parecer da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) que recomenda a rejeição da denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva. A leitura é o primeiro passo para que a Câmara comece a discutir se autoriza ou não o prosseguimento da denúncia. É preciso que a sessão tenha pelo menos 51 parlamentares presentes.

O Congresso entra em recesso de duas semanas a partir desta terça-feira (18). A votação da denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) pelos deputados contra Temer está marcada para o dia 2 de agosto, na volta das férias dos parlamentares.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.