Prisão do ex-presidente

Lula se entrega à Polícia Federal

Ex-presidente saiu a pé do sindicato cercado por seguranças e entrou num dos carros do comboio da PF

( Foto: Miguel Schincariol / AFP )
08:32 · 07.04.2018 / atualizado às 20:28 por Estadão Conteúdo
Lula aparece do lado de fora no Sindicato dos Metalúrgicos no ABC Paulista ( Paulo Pinto )

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso. O ex-presidente saiu a pé do sindicato cercado por seguranças e entrou num dos carros do comboio da Polícia Federal. Mais cedo, num discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo/SP, ele avisou que se entregaria à Polícia Federal. "Eu vou cumprir o mandado (de prisão contra ele) e vocês vão ter que se transformar, cada um de vocês vai se chamar Chiquinha, Zezinho, e todos vocês vão virar Lula e vão andar por esse país e vão ter que saber.”

Por volta das 17h, ele estava dentro de um veículo, no estacionamento do Sindicato dos Metalúrgicos, mas foi impedido por militantes que bloquearam a saída do carro. Ele então voltou para o prédio.

LEIA MAIS

> PT lança animação com 'despedida' de Lula
> "Eu não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia", diz ex-presidente
> Ex-presidentes presos: Lula será o 7º no Brasil; infográfico
> Infográfico resgata as últimas pesquisas eleitorais sem Lula; veja números
> Quem aparece como favorito nas Eleições 2018 sem Lula? Vote
> Sem Lula, faltam nomes para representar o PT na candidatura à Presidência

> Biografia: conheça a trajetória de Lula

Lula está com a prisão decretada no caso tríplex do Guarujá desde quinta-feira, 5. Neste sábado, 7, ele deve se entregar à PF, após negociações. “Eu não estou escondido.”

“Quero chegar e falar para o delegado que estou à sua disposição e a história daqui a alguns dias vai provar que quem cometeu crime foi o delegado que me acusou, o juiz que me julgou e o Ministério Público que foi leviano comigo", disse mais cedo em seu discurso.

“Vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá”, afirmou, na frase final, às 12h55. A fala durou cerca de 55 minutos.

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.