Em turnê

Fagner afirma que classe artística "errou a mão na política"

Cantor cearense diz que errou ao apoiar Aécio em 2014 para presidente

17:14 · 05.05.2018 / atualizado às 18:46
Fagner
Fagner faz show em Brasília em noite que marca o reencontro com Zeca Baleiro nos palcos após 15 anos. ( Foto: Divulgação )

Antes de realizar show em Brasília que marca o reencontro com Zeca Baleiro após 15 anos da última turnê juntos, neste sábado (5), Fagner afirmou, em entrevista ao G1, que a classe artística deve abrir mão da atuação na política e se voltar para os processos criativos. O cantor cearense ressalta que também fala por si.

"Alguns artistas se desgastam totalmente neste processo. Perdeu-se muito tempo tentando defender o País e erraram o caminho, erraram na mão", diz ele.

Em 2014, Fagner apoiou o candidato à presidência da República Aécio Neves e assume que errou ao fazer isso."Fiquei muitos anos ligado num partido aparentemente bom, que era o PSDB, apoiei Aécio e também errei", conclui.

Reencontro

O show de hoje, que não tem nada de cunho político, marca o reencontro de Fagner com Zeca Baleiro. A última vez que os dois dividiram o palco foi em 2003 na gravação do CD e do DVD "Raimundo Fagner e Zeca Baleiro".

A capital do País será a primeira cidade a presenciar o reencontro dos cantores. Cada um se apresentará individualmente e, no final, os dois se juntam.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.