Estado de saúde

Bolsonaro tem quadro estável e sem previsão de alta da UTI, diz hospital

De acordo com a nota, o candidato do PSL recebe analgésicos para controle de dor e não apresentou sangramentos ou outras complicações após o procedimento

19:21 · 13.09.2018 / atualizado às 19:26
Bolsonaro
De acordo com a nota do hospital, Bolsonaro recebe analgésicos para controle de dor ( Foto: Reprodução/Instagram )

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, apresenta "evolução clínica estável" e não tem previsão de alta na UTI, diz boletim emitido por volta das 19h desta quinta-feira (13) pelo hospital Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com a nota do hospital, Bolsonaro recebe analgésicos para controle de dor e não apresentou sangramentos ou outras complicações após o procedimento.

"Permanece afebril, sem sinais de infecção e com função renal normal. Se mantém em jejum oral e com alimentação parenteral (endovenosa) exclusiva", diz a nota.

Bolsonaro, que foi esfaqueado no dia 6 em Juiz de Fora (MG), está internado no hospital paulistano desde o dia 7.

Na madrugada, o presidenciável foi submetido a uma cirurgia de emergência que durou pouco mais de uma hora.

Segundo o hospital, Bolsonaro teve náuseas e foi submetido a uma tomografia. O resultado levou a equipe médica a submetê-lo a uma nova cirurgia, que durou cerca de uma hora, conduzida pelo médico Antônio Macedo.

Foram retiradas aderências que obstruíram o intestino delgado, e corrigida uma fístula surgida em uma das suturas feitas na operação inicial após o atentado em Juiz de Fora.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.