Em Brasília

Às vésperas de julgamento de denúncia no STF, Aécio Neves passa mal e é levado para hospital

O STF marcou para a próxima terça-feira (17) o julgamento sobre o recebimento da denúncia contra o senador por corrupção e obstrução de Justiça

A assessoria do senador afirmou que ele foi ao hospital fazer exames ( Foto: AFP )
14:46 · 12.04.2018 / atualizado às 15:05
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) passou mal na manhã desta quinta-feira (12) e foi levado ao Hospital Santa Lúcia, em Brasília. O hospital ainda não divulgou o boletim médico e nem confirmou a internação do senado. Com informações do G1.
 
A assessoria de imprensa de Aécio informou que ele foi ao hospital para realizar exames, mas "está bem".
 
Julgamento de denúncia no STF
 
O presidente da Segunta Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, marcou para a próxima terça-feira (17) o julgamento sobre o recebimento da denúncia contra o senador Aécio Neves e o torna réu por corrupção e obstrução de Justiça
 
A denúncia contra Aécio foi feita a partir de um dos inquéritos resultantes da delação do empresário Joesley Batista, da JBS. 
 
Os ministro da Segunta Turma Marco Aurélio Mello (relator), Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Alexandre de Moraes e Rosa Weber decidirão se aceitam ou não a denúncia contra o senador.
 
Se a maioria da Segunta Turma aceitar a denúcia, Aécio se torna réu no processo penal e poderá contestar a acusação com novas provas. Ao final da ação, ele poderá ser considerado culpado ou inocente.
 
A Procuradoria Geral da República (PGR) denunicou o senador em junho do ano passado por pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista e tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato. Na época em que a PGR o denunciou, Aécio negou a acusação e disse ser vítima de uma "armação".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.