Somente 58 entregaram

32 tribunais descumpriram prazo do CNJ para informar salários de magistrados

O prazo foi determinado pela presidente do CNJ, ministra Carmem Lúcia. Para ela, o atraso pode fazer com que a sociedade tenha a impressão de que os tribunais estão agindo de "má vontade"

18:06 · 07.12.2017 por Agência Brasil
tribunal
prazo dado pela ministra Carmem Lúcia para que os tribunais enviassem as informações referentes à remuneração dos magistrados terminou ontem (6) ( Foto: Divulgação )
De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), até a tarde de desta quinta-feira (7), dos 90 tribunais brasileiros, somente 58 tribunais enviaram as planilhas de remuneração dos magistrados, conforme o modelo unificado e padronizado pelo CNJ.
 
O prazo dado pela ministra Carmem Lúcia, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), para que os tribunais enviassem as informações referentes à remuneração dos magistrados terminou ontem (6). As informações serão publicadas no Portal do CNJ.
 
As planilhas, que deveriam ter sido preenchidas até o dia 4 de dezembro, foram entregues aos tribunais no dia 20 de outubro. Os tribunais que não entregaram as planilhas terão 48 horas para cumprir a determinação.
 
O envio das informações estão previstas na Lei de Acesso à Informação. Para a ministra, a demora na entrega das informações pode passar para a sociedade a impressão de que os tribunais estão agindo de “má vontade”.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.