Sobre condições de migrantes

MPF cobra explicação de gestão Covas

00:00 · 21.06.2018

Brasília/São Paulo. O Ministério Público Federal (MPF) cobrou explicações da prefeitura de São Paulo, sob gestão de Bruno Covas (PSDB) sobre as condições dos migrantes venezuelanos recebidos na cidade.

Segundo o MPF, os mais de 200 estrangeiros instalados em três centros de acolhimento têm enfrentado "desrespeito a direitos básicos e dificuldades de adaptação". O órgão enviou três ofícios cobrando explicações da municipalidade. Baseado em informações divulgadas pela imprensa, a entidade diz que há suspeitas de que os abrigos têm diversas restrições que dificultam a vida e integração dos venezuelanos na cidade.

Os venezuelanos que cruzaram a fronteira em Roraima, fugindo da crise econômica e política no país vizinho, começaram a chegar a São Paulo, em abril.

Todos os oficiados têm um prazo de dez dias para responder aos questionamentos do Ministério Público Federal.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.