AO FICAR COM DELAÇÕES

Moro diz a Toffoli não ter desrespeitado STF

00:00 · 15.06.2018

Curitiba/Brasília. O juiz Sérgio Moro informou ao STF que ainda aguarda publicação do acórdão da 2ª Turma do STF (que determinou o envio para a Justiça Federal de São Paulo dos depoimentos de dez delatores da Odebrecht), para decidir sobre sua competência para julgar o caso do sítio de Atibaia. O ex-presidente Lula é acusado de ter sido beneficiado com reformas no local no valor de R$ 920 mil, feitas pelas construtoras Odebrecht e OAS, além do pecuarista José Carlos Bumlai.

Em ofício encaminhado na quarta ao ministro Dias Toffoli, Moro afirmou que não vê desrespeito à decisão da 2ª Turma, uma vez que o acórdão ainda não foi publicado, e que decidirá em auto apartado sobre as chamadas "exceções de incompetência", apresentadas pela defesa de Lula e que argumentam que a Justiça de Curitiba não tem competência para julgar o caso do sítio, devendo encaminhar os autos para a Justiça paulista.

A defesa de Lula pediu a Moro que encaminhasse os processos para a Justiça paulista, mas Moro recusou, afirmando que vai decidir sobre o assunto num processo em apartado. Os depoimentos sobre o sítio de Atibaia estão sendo colhidos pelo juiz da Lava-Jato. O processo que envolve o prédio para o Instituto Lula, cuja vantagem indevida teria sido bancada em sua totalidade pela Odebrecht, também foi mantido por Moro.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.