atos

Militantes do PR e de SP vivem dia de expectativa

00:00 · 07.04.2018 / atualizado às 01:16

Curitiba/S. B. Do Campo. Militantes encerraram pouco depois das 20 horas de sexta-feira (6) o ato em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no centro de Curitiba.

O ato começou às 14h30, quando eles deixaram a sede estadual do PT e seguiram pela Avenida Quinze de Novembro até a Praça Santos Andrade, onde o petista havia encerrado sua caravana pelo Sul do País.

Eles pretendiam marchar rumo à sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. Como o ex-presidente não veio a Curitiba, eles se mantiveram no centro da capital paranaense. Um carro de som reproduziu discursos de militantes petistas em São Bernardo de Campo (SP).

Eles também planejam um ato neste sábado (7) pela manhã, no Centro Cívico.

São Bernardo do Campo

Enquanto não havia confirmação se o ex-presidente Lula iria ou não se manifestar, diversos aliados do petista se revezavam em discursos de apoio, em cima de uma caminhão de som localizado em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde está o petista.

Centenas de pessoas permaneceram ao redor e dentro do prédio, na expectativa de um pronunciamento de Lula ou que ele acenasse mais uma vez.

O ato no ABC só começou a esvaziar por volta das 21h.

LEIA AINDA: 

> Lula não se entrega à PF no prazo; advogados negociam
> Petista não recebe status de foragido
> Liminar deve ser votada, apesar de HCs pautados 
> 'Rivais' de Lula mantêm cautela
> Apoiadores de ex-presidente se manifestam em Fortaleza
> Interior do Ceará registra protestos
> Líderes mundiais repercutem caso Lula 
> Agressões em atos geram repúdio

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.