Deputado federal

Infarto mata Rômulo Gouveia, líder do PSD na Paraíba

Parlamentar da sigla de Kassab passou uma semana internado em razão de uma infecção urinária ( Foto: Ag. Câmara )
00:00 · 14.05.2018

Brasília. Aos 53 anos, o deputado federal e presidente do PSD da Paraíba, Rômulo Gouveia, morreu, ontem, vítima de um infarto fulminante em Campina Grande (PB), de onde foi vereador. Ele também foi deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, vice-governador e deputado federal.

Gouveia estava internado tratando uma infecção urinária. Aí sentiu fortes dores. Durante 30 minutos, a equipe médica tentou reanimá-lo, sem sucesso.

O presidente do PSD, Gilberto Kassab (SP), manifestou pesar. "Nosso fraterno amigo, com brilhante carreira na vida pública, já deixa saudades". O líder do PSD da Câmara, Domingos Neto (CE), disse que o PSD "perde um membro devoto, fiel à missão de construir um partido com princípios e valores democráticos". Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), lamentou. "Ele foi um parlamentar incansável na defesa do seu estado, a Paraíba. Minha solidariedade à família", disse. O presidente Michel Temer o descreveu como um parlamentar com "experiência" e "capacidade de diálogo".

Gouveia era casado com Eva Gouveia e deixa quatro filhos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.