fortaleza

Vencer para motivar

Diante da sua torcida, no PV, Tricolor encara o Botafogo-PB em busca da primeira vitória na Série C do Brasileiro

00:00 · 19.05.2017 por Ivan Bezerra - Repórter
Image-0-Artigo-2243578-1
Técnico Paulo Bonamigo terá time mais ofensivo frente ao Belo no PV ( Foto: Helene Santos )
Dados
Clique para ampliar

No jogo de estreia, em Belém, apenas a derrota para o Clube do Remo. Hoje, em casa, às 19 horas diante de sua torcida, o Fortaleza quer retomar parcerias de sucesso: a primeira com sua torcida e a segunda com o Estádio Presidente Vargas, que sempre é um apoio fiel em recuperação da equipe. Foi assim como pensou a diretoria tricolor, ao levar a segunda rodada da Série C de 2017 para o aconchego do torcedor cearense, o PV.

LEIA MAIS

.Botafogo traz ataque como ponto forte para a Série C

O Leão do Pici volta a jogar no Estádio Municipal da Prefeitura depois de um ano e 18 dias. Na sua última partida no local, o Leão venceu o Uniclinic por 4 a 1, quando estava decidindo o Campeonato Cearense de 2016.

Na ocasião, a renda não foi tão grande quanto a esperada, apenas R$ 166.496,00, para um público pagante de 7.331 torcedores. O Tricolor do Pici não informou quantos ingressos foram vendidos antecipadamente, mas a perspectiva é de que mais de 8 mil torcedores assistam à partida no Presidente Vargas.

Grande jogo

Apesar de reconhecerem diferenças substanciais na grama do PV, comparada com a da Arena Castelão, onde o time jogou esse ano, os jogadores do Fortaleza esperam que o time faça um jogo para convencer e vencer. "Espero um grande jogo, uma grande apresentação do nosso time, pois nos últimos jogos onde atuamos em casa, sabemos que não fomos tão bem. Então é fazer um grande jogo e ser presenteado com a vitória", disse o volante e agora zagueiro, Rodrigo Mancha. Rodrigo entende que o apoio da torcida será fundamental para superar a equipe o Botafogo/PB. "Será muito importante, como calor humano e o incentivo. Eu não joguei ainda aqui, mas percebo que o estádio vai ficar um caldeirão, com a torcida em cima", completou Mancha.

Modificações

O técnico Paulo Bonamigo promove duas alterações na equipe que perdeu para o Remo/PA, no compromisso passado. Dois jogadores saem da equipe titular, o zagueiro Heitor, por opção técnica e o meia Leandro Lima, por contusão no tornozelo. Entram na formação principal, os atacantes Lúcio Flávio e Hiago. Este último entrou apenas no decorrer do jogo passado, enquanto que o artilheiro do time na temporada, com 8 gols, volta a jogar depois de um mês.

"Nós estamos modificando a equipe para conseguir uma maior finalização. No jogo passado, tivemos o domínio da partida, mas sem finalização. Agora, com a entrada do Lúcio Flávio e do Hiago, que está mais ambientado com a equipe, nós passamos a ter opções para buscar o gol diante de uma equipe forte e bem treinada", avaliou o técnico Paulo Bonamigo.

O treinador lembrou que o Fortaleza é um time ainda precisando de ajustes: "Nosso time está em construção, se personalizando. Precisamos acertar mais para sermos mais eficientes na hora de definir. Vamos enfrentar uma equipe compacta e com um atacante que sabe fazer gol, por isso, temos que nos empenhar", completou Bonamigo.

O centroavante Leandro Cearense, recém-chegado ao clube, vai ficar no banco de suplentes. Bonamigo seguiu o critério de que Leandro Cearense praticamente acabou de chegar ao clube e ainda está se entrosando com os companheiros. Enquanto isso, Hiago está mais ambientado no grupo e possui características diferentes de Lúcio Flávio.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.