BRASILEIRO DE SNOWBOARD

Um estranho no ninho

02:09 · 02.07.2011
( )
Após o Brasileiro em São Roque, próximo domingo, 9, Tikinho retorna aos treinamentos para o desafio no XVIII Brasileiro e Sul-Americano, de 15 a 18/08, em Valle Nevado, no Chile
Após o Brasileiro em São Roque, próximo domingo, 9, Tikinho retorna aos treinamentos para o desafio no XVIII Brasileiro e Sul-Americano, de 15 a 18/08, em Valle Nevado, no Chile ( FOTO: DIVULGAÇÃO )
Um atleta cearense da modalidade sandboard é o único representante do Nordeste no evento da cidade de São Roque/SP

Um cabeça-chata habituado a exibir radicais manobras nas dunas do Estado durante as competições de sandboard prepara-se para encarar, pela segunda vez, o desafio de competir no gelo.

E o atleta Esdras "Tikinho" não será apenas um mero coadjuvante na edição-2011 do Campeonato Brasileiro de Snowboard - na categoria slope style -, que acontece dia 9 deste mês. O sandboarder curtido pelo sol nordestino faturou, no ano passado, o título da competição entre os participantes amadores.

"Foi a descoberta de um talento incrível. Esdras mostrou que para ele estar na areia ou neve não há muita diferença. Pois sempre está nos pódios dos eventos de sandboard", disse o diretor de snowboard da Confederação Brasileira de Desportos na Neve, Carlos Eduardo Barros de Almeida, o Dinho, após o triunfo de Tikinho na categoria Open da primeira edição do Brasileiro, na pista do Ski Mountain Park, na cidade de São Roque.

Viagem

E para tentar o bicampeonato do Brasileiro de Snowboard, Esdras Tikinho viaja na próxima quarta-feira, 6. "A pista de São Roque é irada, com obstáculos como corrimãos e flash down (subidas e descidas em alta velocidade", afirmou Tikinho.

No ano passado, cerca de 43 competidores de vários estados do País brigaram pelas melhores posições do Brasileiro de Snowboard. "E esperamos pelo menos igual número de participantes este ano", disse Tikinho.

Depois da positiva estreia no Brasileiro em São Roque, Tikinho ainda participou de outra competição nacional, o XVI Brasileiro em Chapelco, Argentina.

"Nesse campeonato consegui a terceira colocação na categoria slope style, terminei em quinto lugar no boardercross (velocidade) e fui sexto no slalom", recordou o cearense Tikinho.

Preparação

Como a neve em nosso Estado é utopia, Tikinho treina forte nas próprias dunas da Cidade 2000 para as competições do snowboard. "Apesar de treinar em piso diferente, estou confiante para encarar a competição em São Roque", explicou Esdras.

E o atleta cearense do snowboard tratou de justificar: "as manobras que eu já executava no sandboard foram o principal trunfo para conseguir me sair bem e me tornar campeão brasileiro". Previdente, Tikinho está indo este ano para São Roque também três dias antes, para treinar e se adaptar à pista.

MOACIR FÉLIX
REPÓRTER

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.