Semifinal

Quem enfim sorrirá?

Inglaterra e Croácia entram em campo hoje, às 15 horas, para duelarem pela última vaga para a grande final da Copa

00:00 · 11.07.2018 / atualizado às 14:32

Para croatas e ingleses, que decidem hoje às 15 horas no estádio Luzhniki uma vaga na grande final da Copa do Mundo da Rússia, chegar à decisão no dia 15 será o fim de uma espera e a chance da consagração.

Ambos os lados esperaram pacientemente por sua vez, cada um experimentando inúmeras frustrações em edições anteriores desde a última vez que apareceu nos quatro finalistas. A Croácia 'só' teve que esperar 20 anos (semifinalistas na França 1998), enquanto a Inglaterra chegou à semifinal pela última vez há 28 anos na Itália 1990.

Leia ainda:

> Confira tabela da fase final da Copa do Mundo
> Croácia espera ter time completo ante os ingleses
> Clima descontraído marca treino de jogadores da Inglaterra
> Umtiti marca e põe França novamente na final da Copa após 12 anos

De fato, este primeiro duelo em uma Copa do Mundo entre os dois terá um desfecho histórico. A Croácia foi derrotada pela anfitriã França em 1998, o que significa que nunca chegou à final da Copa do Mundo, enquanto os Três Leões chegaram à final apenas uma vez, quando ergueram seu único troféu da Copa do Mundo há mais de meio século, em casa em 1966.

Se ambos os treinadores forem honestos, admitirão que antes do começo da 2018, eles não teriam previsto chegar a esse estágio. Mas ambos os lados certamente conquistaram seu lugar em uma semifinal de Copa do Mundo com mérito e lutaram muito por isso. A Croácia enfrentou dois desafios extenuantes de 120 minutos, com vitórias nos pênaltis contra a Dinamarca e os anfitriões russos. A Inglaterra avançou também nas oitavas de finais contra a Colômbia, e superou a brava Suécia no tempo normal por 2 a 0.

Ou seja, a oportunidade de ser finalista de uma Copa do Mundo chegou para ambos, que têm grandes nomes em suas fileiras (como os ingleses Dele Alli, Henderson, Lingard e Harry Kane, e os croatas Rakitic, Modric, Perisic e Mandzukic) e claro, uma legião de torcedores sonhando com um desfecho feliz em Luzhniki.

Sonhos

Por isso, croatas e ingleses se permitem sonhar em chegar à decisão, não escondendo a satisfação de ter chegado até aqui.

"Depois de 20 anos, estamos de volta onde nós pertencemos. Tenho certeza que merecemos isso. Eu não posso imaginar o que aconteceria se a Croácia fosse campeã do mundo", declarou o treinador croata Zlatko Dalic.

O lateral inglês Kyle Walker acredita que esta é a melhor oportunidade em anos para sua seleção ser finalista da Copa.

"É a melhor oportunidade que a Inglaterra já teve e provavelmente poderia ter. Mostramos caráter, mostramos crença e acho que é isso que vai nos levar além do limite neste jogo. Queremos sonhar, temos que sonhar grande, levando a seleção para a final da Copa", disse ele.

arte

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.