nbb

Para seguir vivo

Basquete Cearense busca vitória contra o Paulistano para encaminhar o 5º e último jogo decisivo

00:00 · 25.04.2018 / atualizado às 00:57 por Irailton Menezes - Repórter
Image-0-Artigo-2392036-1
Alberto Bial, técnico do Basquete Cearense, aposta na evolução do rodízio de jogadores durante o jogo para conseguir virar a série e classificar o Carcará para a semifinal do Novo Basquete Brasil ( FOTO: REINALDO JORGE )

Só a vitória interessa para o Basquete Cearense nesta quarta-feira, às 19h30, contra o Paulistano, no Ginásio Paulo Sarasate. Contra a equipe paulista, o Carcará faz o jogo de número 4 dos playoffs das quartas de final do Novo Basquete Brasil, e só o resultado positivo do Basquete Cearense no jogo de hoje garante o quinto e decisivo jogo da série, já que o Paulistano está em vantagem no confronto, com duas vitórias contra uma do time cearense.

Embora venha de dois resultados negativos na casa do adversário, o técnico do Carcará, Alberto Bial, disse que está confiante no desempenho dos atletas para o jogo de hoje. "A entrega de todos os jogadores facilita muito. Dá gosto de vê-los jogando. Quando fazemos as substituições no decorrer da partida, a equipe segue em uma mesma frequência. Precisamos melhorar o rebote defensivo, além de sermos mais equilibrados na volta, na defesa em determinados momentos do jogo. No geral. Acredito que podemos evoluir em alguns pontos como no rodízio dos jogadores para conseguir virar a série", ressaltou o treinador.

O mesmo pensamento tem o ala-pivô Felipe, que citou a evolução da equipe cearense nos últimos jogos da competição. Segundo o jogador, a equipe tem condições de chegar ainda mais longe. "Avalio de forma positiva esses três primeiros jogos. Deu para ver que o nível está altíssimo, com partidas acirradas, decididas em detalhes. É perceptível que o Basquete Cearense evoluiu muito, em especial nesses playoffs. Estamos fazendo um jogo de igual para igual contra um time que liderou grande parte do campeonato. Queremos mais. Vamos fazer uma boa partida para forçar um quinto jogo. Acredito que o Bial não deva fazer grandes mudanças, mas é sempre válido fazer um ajuste ou outro, cobrar os jogadores, para nos motivar. Se tivermos essa união, vamos ter um ótimo resultado quarta", concluiu.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.