VASCO/VITÓRIA

Vasco decepciona, perde para o Vitória e amarga 1ª derrota no Brasileiro

No jogo realizado em São Januário, o Vasco perdeu de 3 a 2 para o time do Vitória

19:00 · 13.05.2018 por Estadão Conteúdo

O Vasco conheceu neste domingo (13) sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro. Jogando em São Januário, o time do técnico Zé Ricardo caiu diante do Vitória, por 3 a 2, com gols de André Lima, Lucas Fernandes e Werley (contra) para os baianos. Yago Pikachu e Andrés Ríos descontaram. O resultado desta quinta rodada aumentou a pressão em cima do clube carioca, que vem de goleadas amargas na Copa do Brasil e na Libertadores.

Durante a semana, o Vasco perdeu para o Bahia por 3 a 0, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e há pouco mais de uma semana foi goleado pelo Cruzeiro por 4 a 0 no confronto que selou o seu adeus às chances de avançar à próxima fase da Libertadores. Os dois resultados vinham ofuscados pela campanha até então invicta no Brasileirão. 

Com a derrota, a equipe cruzmaltina se manteve com sete pontos e uma partida a menos - jogo atrasado da terceira rodada com o Santos. Do outro lado, o Vitória conheceu o seu primeiro triunfo na competição e chegou aos quatro pontos, na zona de rebaixamento.

O Vasco entrou em campo para tentar afastar a desconfiança do torcedor e tentou criar um clima de pressão nos primeiros minutos, mas não conseguiu se sobrepor ao adversário. Tanto que o Vitória precisou de apenas uma oportunidade para abrir o placar. Desábato tentou recuar para Martín Silva, mas Neílton foi mais rápido e chegou dividindo. Na sobra, a bola caiu nos pés de André Lima, que só empurrou para o fundo das redes, aos 17 minutos.

Atrás no marcador, o Vasco passou a controlar a posse de bola, mas tinha dificuldade para romper as linhas de marcação do Vitória, que passou a atuar no contra-ataque. Com 31 minutos, Wallyson cobrou falta da intermediária em direção a Kanu e o zagueiro subiu mais alto do que todo mundo para testar no contrapé de Martín Silva, mas a bola foi para fora.

O lance curioso da partida aconteceu aos 37 minutos. Ríos recebeu de Wagner dentro da grande área e foi derrubado por Rhayner. Na cobrança de pênalti, Ríos escolheu o canto esquerdo, para defesa de Caíque. No rebote, Caio Monteiro tentou completar e foi derrubado pelo goleiro. O árbitro marcou uma nova penalidade máxima. Dessa vez, Yago Pikachu converteu, aos 39 minutos.

Durante o intervalo, a torcida do Vasco pediu a entrada de Kelvin, para dar mais velocidade no ataque. O técnico Zé Ricardo atendeu o pedido. Mas a mudança não surtiu o efeito esperado, com o time da casa seguindo sem criar oportunidades. Do outro lado, o Vitória era mais cauteloso, ainda esperando um vacilo para marcar. E a chance apareceu na reta final do segundo tempo.

Vagner Mancini chamou Lucas Fernandes para entrar no lugar de Rhayner. Em sua primeira participação no jogo o atacante já conseguiu balançar as redes, aos 25 minutos. Em contra-ataque pela esquerda, ele recebeu de Wallyson, fez jogada individual e bateu firme. A bola desviou na marcação e encobriu Martín Silva. Pouco tempo depois, aos 30, o zagueiro Werley, do Vasco, se atrapalhou e testou contra o próprio gol, marcando o terceiro para o time baiano.

Antes do apito final, aos 37 minutos, Rafael Galhardo cobrou uma falta em direção a grande área, mas a marcação afastou. Na sobra Kelvin ficou novamente com a bola e cruzou na medida para Andrés Ríos, que completou para o fundo das redes e diminui para o Vasco.

Na quarta-feira, às 19h30, o Vasco faz o jogo de volta com o Bahia pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de perder a primeira partida por 3 a 0, em Salvador, o time de Zé Ricardo decide a vaga em São Januário. Também na quarta-feira, às 19h15, o Vitória vai até São Luís (MA) enfrentar o Sampaio Corrêa, dentro do Castelão, no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Nordeste.

Pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco tem compromisso importante no próximo final de semana. No sábado, às 19h, faz o clássico contra o Flamengo no Maracanã. Enquanto isso o Vitória recebe o Ceará, no Barradão, em Salvador, às 11h do domingo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.