Tênis

Thomaz Bellucci recebe segundo convite para disputa do Brasil Open, em São Paulo

Vice-campeão do Brasil Open em 2009, ainda na Costa do Sauípe (BA), Thomaz Bellucci disputará pela 11.ª vez a competição e busca o seu quinto título de simples em torneios da ATP

16:27 · 13.02.2018
Bellucci
Campeão de Gstaad (2009 e 2012), Santiago (2010) e Genebra (2015), Bellucci voltará ao ginásio do Ibirapuera, onde chegou a duas semifinais (2012 e 2014). ( CID BARBOSA )
A organização do Brasil Open, um ATP 250 que será realizado entre o dia 26 deste mês e 4 de março nas quadras de saibro do complexo do Ibirapuera, em São Paulo, definiu nesta terça-feira para quem vai o segundo convite para a disputa da chave principal. Após contemplar o juvenil paranaense Thiago Wild, o agraciado é o paulista Thomaz Bellucci.
 
Vice-campeão do Brasil Open em 2009, ainda na Costa do Sauípe (BA), Thomaz Bellucci disputará pela 11.ª vez a competição e busca o seu quinto título de simples em torneios da ATP. Campeão de Gstaad (2009 e 2012), Santiago (2010) e Genebra (2015), ele voltará ao ginásio do Ibirapuera, onde chegou a duas semifinais (2012 e 2014).
 
"Fico muito feliz com o convite. O Brasil Open é um torneio muito especial para mim, agradeço aos organizadores. Vou aproveitar essa oportunidade e dar o meu melhor dentro de quadra pra conseguir um grande resultado", afirmou Thomaz Bellucci, que está jogando esta semana o ATP 250 de Buenos Aires. Depois de furar o qualifying, o terceiro melhor tenista do Brasil estreou com vitória na chave principal e se classificou para as oitavas de final.
 
Com os convites para Thiago Wild e Thomaz Bellucci, o Brasil Open conta agora com três brasileiros na chave principal, já que Rogério Dutra Silva havia entrado direto. Completam os destaques desta edição o francês Gael Monfils, o uruguaio Pablo Cuevas (tricampeão do torneio), o espanhol Albert Ramos-Vinolas (atual vice-campeão) e o italiano Fabio Fognini.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.