Copa do mundo 2026

Secretária-geral da Fifa é investigada por conflito de interesses em candidatura da Copa

Senegalesa é acusada de não ter informado sobre seu parentesco com El Hadji Diouf, ex-atacante do Liverpool e atual embaixador da candidatura marroquina

14:41 · 25.04.2018 por Agência Estado
Fatma Samoura
Fatma Samoura é investigada por causa da candidatura do Marrocos ( Foto: AFP )
O Comitê de Ética da Fifa abriu uma investigação contra a secretária-geral da entidade, Fatma Samoura, por conflito de interesses. Ela é investigada por causa da candidatura do Marrocos para sediar a Copa do Mundo de 2026, de acordo com a BBC.
 
A senegalesa é acusada de não ter informado sobre seu parentesco com El Hadji Diouf, ex-atacante do Liverpool e atual embaixador da candidatura marroquina. O Marrocos compete contra a candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México.
 
Em entrevista à BBC, Fatma disse ter ciência da investigação e afirmou ter uma boa ideia de quem está transmitindo essa mensagem. "Senegal inteiro vai rir do Comitê de Ética, porque todo mundo no meu país sabe da origem de El Hadji Diouf".
 
Uma fonte anônima da BBC afirmou que o presidente da Fifa, Gianni Infantino, encorajou uma força-tarefa a encontrar evidências para barrar a candidatura do Marrocos. O dirigente faria isso para beneficiar os norte-americanos, que possuem mais recursos financeiros que o país africano.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.