Vozão TV

Repórter do Ceará é agredida e clube lança nota de repúdio

Alvinegro afirmou que registrará Boletim de Ocorrência para abertura de uma investigação sobre o caso

07:10 · 30.04.2018 / atualizado às 10:32
Mari Rios
Conforme nota divulgada pelo clube, além das agressões verbais, Mari Rios teria sofrido "puxões pelo braço" ( Foto: Reprodução/Youtube )
A repórter Mari Rios, do Vozão TV, canal oficial do Ceará Sporting Club no Youtube, sofreu agressões físicas e verbais por parte de torcedores alvinegros enquanto trabalhava na cobertura da partida entre Ceará e Flamengo, na Arena Castelão, nesse domingo (29). O Vovô foi derrotado por 3 a 0 . Em nota, o clube repudiou os ataques contra a funcionária e afirmou que registrará Boletim de Ocorrência para abertura de uma investigação sobre o caso.
 
Conforme nota divulgada pelo clube, além das agressões verbais, Mari Rios teria sofrido "puxões pelo braço". A direção do Ceará também prometeu colocar à disposição da repórter todo o aparato jurídico do Alvinegro. "Acreditamos que nenhuma manifestação de torcida pode exceder os limites da civilidade e respeito ao próximo", destacou o clube.
 
O Ceará também manifestou apoio à campanha #DeixaElaTrabalhar. Recentemente, jornalistas mulheres que trabalham na área do esporte iniciaram intensa mobilização para denunciar todos os casos de agressão sofridos por elas no exercício de suas funções. 
 
"O Ceará S.C reforça o apoio ao manifesto #DeixaElaTrabalhar e vai se empenhar para que o fato seja apurado e os agressores sejam devidamente punidos. Somos radicalmente contra ações dessa natureza", completa a nota.

Federação Cearense se solidariza

A Federação Cearense de Futebol também manifestou solidariedade à repórter. "Fica a solidariedade desta Federação e todo futebol cearense para com a repórter Mari Rios, bem como a todas as mulheres que trabalham no futebol, pois este deve ser um ambiente plural e democrático para todos trabalharem com a tranquilidade e o respeito que merecem", afirmou a entidade em nota.
 
Fortaleza também se manifesta
 
Quem também mostrou solidariedade ao Ceará foi o maior rival do time, o Tricolor de Aço.  "O Fortaleza Esporte Clube, através de sua Diretoria e Assessoria de Comunicação, se solidariza e lamenta o ocorrido com a repórter da TV do Ceará, Mari Rios. Que providências sejam tomadas e casos como esses não se repitam".
 
Ceará perde em casa
 
O Ceará entrou em campo pela 3ª rodada da Série A na esperança de mostrar um futebol melhor, do nível que exige a elite do futebol nacional, após somar um ponto contra o São Paulo na rodada anterior. Mas não teve apoio maciço da torcida no Castelão que desse jeito para o Vozão conseguir chegar à sua primeira vitória. 
 
O Alvinegro mostrou mais uma vez limitações técnicas visíveis, principalmente ofensivas e um respeito excessivo ao adversário na tarde de domingo e foi derrotado por 3 a 0 para o Flamengo. Com o resultado, o Ceará chega ao terceiro jogo sem vitória - e nenhum gol marcado na Série A - ocupando o Z-4.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.