Grupo A

Renato exalta a garra do Grêmio e festeja liderança de grupo na Libertadores

O time gaúcho conquistou uma vitória por 2 a 1 sobre o Monagas, na noite desta terça-feira, em Maturín, na Venezuela

Renato exalta a garra do Grêmio e festeja liderança de grupo na Libertadores ( Foto: Divulgação/Conmebol )
10:29 · 16.05.2018 por Estadão Conteúdo

Depois de ver o Grêmio conquistar uma vitória por 2 a 1 sobre o Monagas, na noite desta terça-feira, em Maturín, na Venezuela, graças a um gol marcado nos acréscimos do segundo tempo, aos 51 minutos, o técnico Renato Gaúcho exaltou a luta exibida dentro de campo pela sua equipe e festejou o fato de que o resultado assegurou ao time a liderança do Grupo A da Copa Libertadores.

"No final das contas, prevaleceu a vontade, a garra dos jogadores do Grêmio. Foi um final eletrizante. Mais importante é que conseguimos a vitória e dependemos de nós mesmos para garantirmos a primeira colocação", afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

Com o resultado em solo venezuelano, a equipe gremista passou a contabilizar 11 pontos no Grupo A da competição continental e ficou logo à frente do Cerro Porteño, que chegou aos 10 pontos ao bater o Defensor Sporting por 1 a 0, no Uruguai, em outro confronto desta terça-feira à noite pela penúltima rodada desta chave.

Desta forma, sem precisar depender do resultado do duelo entre Cerro e o agora eliminado Monagas, no Paraguai, o time gremista terá garantida a ponta de sua chave da Libertadores se superar o Defensor no próximo dia 23, em Porto Alegre, na rodada final. O fato é importante para assegurar aos atuais campeões continentais a vantagem de atuar em casa no duelo de volta das oitavas de final da competição.

Para o Grêmio, a vitória obtida apenas no lance derradeiro do jogo com o Monagas, em cobrança de pênalti convertida por Cícero também significou um final feliz após uma noite de sofrimento para confirmar o seu favoritismo, depois de ter sofrido o empate também nos acréscimos do segundo tempo, quando Kannemann acabou fazendo um gol contra ao tentar cortar um cruzamento da esquerda.

"Não fizemos um bom primeiro tempo, melhoramos um pouco no segundo. Mas, com o gramado muito ruim, em péssimas condições, ficou difícil de trabalharmos a bola", analisou Renato, que ainda viu o atacante Alisson sofrer uma lesão muscular já no início da partida e precisar ser substituído por Maicosuel.

Assim, o jogador se tornou a mais nova preocupação da equipe gremista, que voltará a jogar neste domingo, quando enfrenta o Paraná, fora de casa, pela sexta rodada do Brasileirão. "Perdemos mais um jogador, infelizmente. Vamos esperar 24 horas. Ele vai fazer os exames e vamos aguardar o resultado", disse Renato, que deverá poupar os seus titulares em Curitiba visando a partida contra o Defensor Sporting no meio da próxima semana.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.