Pressionado

Próximo adversário do Ceará, Flamengo enfrenta Santa Fe e altitude de Bogotá pela Libertadores

O time carioca entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante dos colombianos no estádio El Campín

Pressionado, Flamengo enfrenta Santa Fe e altitude de Bogotá pela Libertadores ( Foto: CR Flamengo/Divulgação )
09:16 · 25.04.2018 por Estadão Conteúdo

O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pressionado diante do Independiente Santa Fe, no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, ciente de que um tropeço pode complicar a sua situação no Grupo D da Copa Libertadores. Os dois times se enfrentaram na semana passada, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e empataram por 1 a 1. Agora, o clube brasileiro sabe que precisa conter o ímpeto do adversário em sua casa.

“O Santa Fe será um rival muito difícil, pois sabe aproveitar muito bem a altitude de Bogotá (cerca de 2.800 metros acima do nível do mar), mas nós estamos preparados. Nossa intenção é conseguir um bom resultado, como obtivemos no Equador”, afirmou o meio-campista Cuellar, citando a vitória do Flamengo sobre o Emelec fora de casa, pela segunda rodada da fase de grupos do torneio.

Apesar deste resultado positivo em Guayaquil, no Equador, o Flamengo está sendo cobrado por sua torcida pela perda do título do Campeonato Carioca, quando fez a melhor campanha no Estadual, mas caiu na semifinal no duelo contra o Botafogo, e pelos dois empates em casa na Libertadores - contra o próprio Independiente Santa Fe e diante do River Plate, na estreia do time.

O Flamengo lidera o grupo com 5 pontos, o mesmo número do River Plate, mas após o tropeço em casa, deixou o Independiente Santa Fe sonhar com uma reviravolta na tabela de classificação. O time colombiano sabe que tem uma grande chance nas mãos no duelo e espera vencer para passar o adversário.

“Sabemos que não será fácil, mas nosso time descansou para este confronto e só a vitória interessa. Vamos aproveitar a altitude para desgastar os jogadores rivais”, comentou o técnico Agustín Julio.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.