Tricolor

Paulo Sérgio, do Fortaleza, quer sequência e chance na posição

Jogador, que é remanescente do elenco de 2017, recuperou-se de uma lesão no joelho e está pronto

Paulo Sérgio quer um 2018 diferente do ano passado ( Foto: Divulgação )
13:01 · 12.01.2018 por Ivan Bezerra
O ano de 2017 não foi nada próximo do ideal que o centroavante Paulo Sérgio esperava com a camisa do Fortaleza. Mesmo com o respaldo de ter sido uma das revelações do Flamengo, o jogador não conseguiu se firmar e fez apenas 10 partidas com a camisa tricolor, marcando dois gols, um deles no clássico contra o Ceará, pela Taça Fares Lopes. Agora, sob o comando do técnico Rogério Ceni, Paulo Sérgio espera mostrar para o comandante que poderá ser útil, como nos velhos de 14 anos no rubro-negro carioca.
 
"Técnico novo, motivação nova, tem sido uma maravilha trabalhar com o Rogério aqui no Fortaleza. Saíram muito jogadores, poucos permaneceram, mas a gente nota que o entrosamento está maior a cada dia. Eu espero ter um pouco mais de oportunidades nesse ano, pois em 2017, no primeiro jogo que fiz na minha posição, como centroavante, eu fiz gol, depois não fui mais utilizado. Chegou o técnico Antônio Carlos Zago e o time teve uma caída, e lógico que eu também, mas quando houve a melhora do time, eu não tive mais oportunidades, mas são águas passadas e espero ser utilizado na minha posição. Entretanto, quem manda no time é o Rogério Ceni e o que ele determinar eu vou cumprir sem problemas", disse o atleta.
 
Paulo Sérgio lembrou que em 2007 e 2008 teve o privilégio de jogar contra o Rogério Ceni. Ele, Paulo, atuando pelo Flamengo. "Não fiz gol nele, apenas outros companheiros e eu fiquei apenas na vontade de fazer um gol no nele", disse Paulo.
 
Paulo Sérgio, logo após as finais da Série C, apresentou uma lesão no menisco do joelho e passou dois meses se recuperando, estando agora, depois desse período, apto para jogar em alta performance.Fez, inclusive, um dos gols na vitória do Leão sobre o Juazeiro, em jogo-treino no CT Ribamar Bezerra.
 
Logo quando foi apresentado, o técnico Rogério Ceni disse que queria ver Paulo Sérgio em ação, pois sabia das suas qualidades de artilheiro. "Eu fico feliz com o elogio, vindo do Rogério, uma pessoa que está começando agora como treinador, mas que tem uma bagagem incrível dentro do futebol , como jogador. Dispensa até comentários", disse ele. Paulo falou ainda que tem interesse de permanecer mais tempo no Fortaleza, mas para isso terá que produzir o suficiente.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.