SELEÇÃO BRASILEIRA

Lesão de Daniel Alves não deve tirá-lo de convocação para a Copa do Mundo

Agora, a decisão de chamá-lo está nas mãos do técnico Tite, que anunciará a lista para o Mundial na próxima segunda-feira (14)

Daniel Alves se lesionou durante a final da Copa da França, quando o Paris Saint-Germain (PSG) derrotou o Les Herbiers por 2 a 0 ( Foto: AFP )
15:47 · 09.05.2018 / atualizado às 16:18 por Folhapress

O lateral Daniel Alves não precisará passar por cirurgia no joelho direito. O diagnóstico foi confirmado pela assessoria de imprensa do jogador nesta quarta-feira (9) e mantém a esperança do jogador em disputar a Copa do Mundo da Rússia.

O jogador passou por exames em Paris após a lesão sofrida na final da Copa da França, quando o Paris Saint-Germain (PSG) derrotou o Les Herbiers por 2 a 0.

Os exames constataram uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito de Daniel Alves, com prazo estimado de recuperação em até três semanas.

Assim, ele estaria liberado para retornar aos gramados antes mesmo da estreia da seleção brasileira na Copa, dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov.

Agora, a decisão de chamá-lo está nas mãos do técnico Tite, que anunciará a lista para o Mundial na próxima segunda-feira (14).

"Após o traumatismo do joelho direito de Dani Alves, que ocorreu ontem durante a final da Copa da França, os exames realizados hoje mostraram uma alta desinserção do ligamento cruzado anterior com entorse póstero-externo. Sua condição requer um mínimo de 3 semanas de cuidados antes de nova avaliação", diz o texto da nota distribuída pela assessoria do lateral.

Daniel Alves deixou o campo na final da Copa da França, realizada nesta terça-feira, aos 41 minutos da etapa final.

Após a partida, o médico da seleção brasileira. Rodrigo ​Lasmar, procurou entrar em contato com o PSG para ter mais informações da gravidade da contusão.

Nesta quarta-feira, Lasmar participará de uma reunião já prevista anteriormente com a comissão técnica da seleção e voltará a conversar com os médicos do PSG para se atualizar sobre a situação do lateral brasileiro.

Daniel Alves é titular absoluto do técnico Tite para a lateral-direita da seleção. Aos 35 anos, o jogador já disputou as Copas de 2010, na África do Sul, e 2014, no Brasil.

A vaga de reserva imediato de Daniel Alves na equipe vem sendo disputada entre Fagner, do Corinthians, e Danilo, do Manchester City.

Após a convocação da próxima segunda-feira, os atletas irão se apresentar para o início dos treinos uma semana depois, em Teresópolis, de 21 a 28. Se for convocado, Daniel Alves não participará desta fase de treinamentos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.