Liga dos Campeões

Kroos prevê mata-mata mais duro para Real em reencontro: 'Bayern melhorou muito'

Meia disse que o nível de atuação do time alemão subiu muito após o clube acertar o retorno do técnico Jupp Heynckes

14:25 · 24.04.2018 por Agência Estado
kross
Kroos acredita que o Real encontrará ainda mais dificuldades ( Foto: AFP )
Campeão europeu com a camisa do Bayern de Munique em 2013, Toni Kroos tem uma longa história como jogador da equipe alemã, que ele trocou pelo Real Madrid na temporada 2014/2015 após ajudar a seleção do seu país a conquistar o tetracampeonato mundial na Copa realizada no Brasil. Nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no confronto de ida da semifinal da Liga dos Campeões o meio-campista voltará a enfrentar o seu ex-time, sendo que em 2017 ajudou o clube espanhol a eliminar justamente o Bayern nas quartas de final da competição continental.
 
Naquela ocasião, o Real só avançou na prorrogação do duelo de volta, após derrota por 2 a 1 no tempo normal, em Madri, onde acabou atropelando em seguida no tempo extra com dois gols de Cristiano Ronaldo e mais um de Asensio para virar o placar para 4 a 2. Apesar do sofrimento naquele mata-mata, Kroos acredita que a equipe espanhola deverá encontrar ainda mais dificuldades neste reencontro com o rival.
 
Ele enfatizou que o nível de atuação do time alemão subiu muito após o clube acertar o retorno do técnico Jupp Heynckes, que o dirigiu na campanha do título europeu do Bayern em 2013 e em várias outras temporadas. "Joguei sob o comando de Heynckes durante muito tempo e sei que é muito bom treinador. Quando voltou (para esta temporada), mudou a cara do Bayern. O time está jogando muito melhor, e assim eu acho que é mais difícil vencê-lo neste ano do que no ano passado", afirmou o jogador em entrevista ao site oficial da Uefa, publicada nesta terça-feira.
 
E embora já tenha enfrentado o ex-time na edição anterior da Liga dos Campeões, Kroos admite que é um sentimento diferente ter de voltar a encarar o clube que conhece tão vem e pelo qual iniciou a sua carreira profissional. "É claro que é especial quando você joga contra um time que você representou por seis ou sete anos. Eu verei muitos jogadores com os quais joguei junto ou com quem eu ainda jogo pela seleção alemã", lembrou.
 
No final de sua passagem como jogador do Bayern, Kroos foi eliminado junto com o time justamente pelo Real Madrid na semifinal da edição 2013/2014 da Liga dos Campeões. E ao falar sobre o que significa atuar na busca pelo título desta competição mais uma vez, ele disse que a mesma "é a mais difícil de se vencer" e brincou ao afirmar que é um torneio que "talvez libere poderes especiais aos jogadores" do Real. "As emoções sempre estão presentes, especialmente as noites de Liga dos Campeões no Santiago Bernabéu. Isso se pode ver em nossas atuações", enfatizou.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.