3 a 1

Fortaleza vence o CRB e segue 100% na Série B

Diante da sua torcida, o Tricolor do Pici venceu o CRB por 3 a 1 e se mantém na primeira colocação da da segunda divisão

23:24 · 24.04.2018 / atualizado às 00:52 · 25.04.2018
1
Osvaldo marcou o primeiro gol do jogo logo aos seis minutos ( JL Rosa )

O Fortaleza segue com 100% de aproveitamento na Série B. Diante da sua torcida, o Tricolor do Pici venceu o CRB por 3 a 1, nesta terça-feira (24), e se mantém na primeira colocação da segunda divisão. Os gols do Leão foram marcados por Osvaldo, Bruno Melo e Jean Patrick. Neto Baiano marcou para os alagoanos. 

Em uma apresentação convincente, o time comandado por Rogério Ceni poderia ter tirado proveito dos momentos em que foi melhor que o seu oponente no primeiro tempo, pois começou bem melhor a partida. Mostrando o seu cartão de apresentação, que era o futebol ofensivo, o Tricolor chegou ao gol logo aos 6 minutos. Edinho disparou pela ponta direita, em contra-ataque fulminante e cruzou, já na área, rasteiro. A bola passou de Gustavo, mas não de Osvaldo, que pegou de primeira e mandou um chute forte alto, sem chance de defesa para Fabiano. Era o primeiro gol do Leão.

No segundo tempo, o jogo se mostrou mais equilibrado. Mesmo assim, o Leão tratou logo de fazer o segundo. Aos três minutos, Bruno Melo aproveitou um belíssimo cruzamento de Jussani e marcou. Com a vantagem de dois gols, o jogo parecia que ia ter novamente o domínio do Tricolor. Porém, o oportunismo já conhecido de Neto Baiano foi visto em campo. Aos 5 minutos, o atacante só escorou para as redes, diminuindo o placar. 

Um dos destaques do Fortaleza neste início de Série B, Jean Patrick, deixou novamente a situação confortável para o Tricolor, aos 10 minutos. O meia chutou forte da entrada da área e fez um lindo gol para o Fortaleza. 

No restante da segunda etapa, o que se viu foram poucas chances criadas dos times e o placar não se alterou. Na próxima rodada, dia primeiro de maio, o Leão enfrenta o Londrina, fora de casa, às 16h30min.  

 

 

 

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.