No Domingão

Fortaleza joga mal e é derrotado pelo Floresta, que assume a liderança do hexagonal

O tento do time da Vila Manoel Sátiro foi marcado por Wallace, aos 23 minutos do 2º tempo

Com a vitória, o time do técnico Oliveira Canindé assumiu a liderança provisória do hexagonal nos critérios de desempate. ( Foto: Kid Júnior )
23:42 · 14.03.2018 / atualizado às 00:43 · 15.03.2018
O Fortaleza realizou uma de suas piores partidas no ano e foi derrotado pelo Floresta por 1 a 0, gol de Wallace, aos 23 minutos do 2º tempo. Com o resultado na noite desta quarta-feira (14) no Domingão, o Tricolor não obteve a classificação por antecipação para as semifinais do Estadual. Já a equipe da Vila Manoel Sátiro igualou a pontuação do time de Rogério Ceni e assume a liderança com os mesmos sete pontos do Tricolor, mas fica na ponta pelos critérios de desempate.  
 
O Leão só volta a campo para disputar o Clássico das Cores, diante do Ferroviário, no desfecho do hexagonal, dia 22, às 21h, na Arena Castelão. Já o Floresta também terá o Tubarão como adversário, mas em partida válida ainda pela 1ª rodada da segunda fase do Estadual, no próximo dia 18, às 16h, no Estádio Presidente Vargas.
 
O técnico Rogério Ceni promoveu a entrada de Osvaldo desde o início como titular pela primeira vez desde o retorno do atacante ao Pici. O comandante do Tricolor também iniciou com João Henrique na vaga de Alan Mineiro, que ficou no banco, e Pablo no lugar de Felipe, suspenso por cartão amarelo.
 
Pelo alto 
 
A primeira etapa no Domingão transcorreu sem inspiração alguma por parte das duas equipes. Aos 17 minutos, em cruzamento na área - que seria a tônica do time de Rogério Ceni na etapa - Gustavo cabeceou para o fundo das redes, mas estava em posição irregular e o tento foi justamente anulado. 
 
O Floresta ainda tentou chegar com o artilheiro Edson Cariús, mas faltou capricho no momento do arremate. Aos 27, em novo cruzamento, dessa vez com Osvaldo, Adalberto subiu mais alto que a marcação, cabeceou e a bola saiu triscando a trave de Mauro.
 
Aos 34, em mais um cruzamento, agora vindo da direita, Gustavo tentou emendar uma bicicleta de primeira, não deu certo, mas, mesmo no chão, ainda conseguiu finalizar para excelente defesa do goleiro do Floresta, que mandou para escanteio. Na cobrança, Diego Jussani ainda conseguiu aparecer livre no segundo poste e finalizar na trave. 
 
Os primeiros 45 minutos foram configurados com poucas ações pelo chão e excessivas bolas aéreas procurando sobretudo o artilheiro Gustavo e os zagueiros quando subiam ao ataque em bolas paradas. 
 
Deu Floresta
 
Na volta para o 2º tempo, Rogério Ceni mandou a campo Alan Mineiro no lugar de João Henrique
 
Aos 23, o Floresta chegou ao seu gol com Wallace, que recebeu a bola após um chutão vindo do campo de defesa e ninguém da defesa do Fortaleza acompanhou. Nos minutos seguintes, o time da Vila Manoel Sátiro acertou a trave de Boeck e, na sequência, o arqueiro leonino protagonizou excelente defesa. A pressão era toda do Floresta.
 
Aos 33, Ceni alterou duplamente. Wesley e Alípio entraram nos lugares de Edinho e Diego Jussani, respectivamente. Contudo, o jogo da equipe do Pici não engrenou.
 
Com a vitória, o time do técnico Oliveira Canindé assumiu a liderança provisória do hexagonal nos critérios de desempate. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.